Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio,

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Em Outras Palavras
  • 20 de maio de 2022

    Rola um ócio criativo?

    Eu tenho inveja muito grande de pessoas que sabem vender. Ok. Eu sei, Inveja é um sentimento degradante. Tanto que alguns sinônimos são ambição, avidez, ciúme, cobiça, egoísmo e ganância, termos antipáticos, pouco recomendáveis a um ser humano. Talvez inveja… [Leia mais]
  • 13 de maio de 2022

    Desesperar jamais

    Uso pouco de Uber. Depois de muitos anos no meu novo emprego tenho vaga para estacionar. Por isso, uso carro próprio diariamente. Na última segunda-feira, no entanto, fui obrigado a “pegar um carro de aplicativo”. Como sempre faço, ao embarcar… [Leia mais]
  • 6 de maio de 2022

    Arroio do Meio no mapa mundi

    Soube que no dia 26 houve uma reunião na Casa do Museu para discutir sobre o turismo no município. Há muito tempo escrevo sobre a importância deste segmento para a economia de Arroio do Meio e do Vale do Taquari.… [Leia mais]
  • 29 de abril de 2022

    O fator humano

    “Depois de dois anos sem ocorrer em decorrência da pandemia, foi retomado…”. Esta é a frase mais repetida na normalização das principais atividades do cotidiano. Falo de festas, feiras, shows, comemorações, churrascos, encontros e outros eventos do gênero. Foram dois… [Leia mais]
  • 22 de abril de 2022

    De volta a Pirenópolis

    No feriadão de Páscoa visitei meu filho que me aguardou no aeroporto de Brasília. De tanque cheio e carro lotado com caixa térmica, espetos, roupas de cama, repelente e protetor solar, rumamos direto para Pirenópolis, cidade histórica de Goiás, distante… [Leia mais]
  • 14 de abril de 2022

    Um final digno

    Falar sobre a morte é sempre delicado. Desde o nascimento somos ensinados a ignorar a finitude da vida. Quando criança, primeiro pensávamos em ir para a escola, aprender a ler, fazer amigos e bagunça. Depois, com pressa, o objetivo era… [Leia mais]
  • 8 de abril de 2022

    Fadiga

    Com o passar do tempo o ser humano desenvolve a capacidade de bancar o avestruz, ave conhecida por dois fenômenos básicos: esconder-se diante dos problemas – enfiando a cabeça num buraco – ou “engolir” tudo, em qualquer situação, mantendo a… [Leia mais]
  • 1 de abril de 2022

    Interpretação de texto

    Sou “das antigas”, profissional do tempo em que um jornalista precisava cursar uma faculdade, conquistar um diploma para, só depois disso, ir para o mercado de trabalho para ganhar experiências e, tempos depois, apor seu nome numa reportagem. Sim, sou… [Leia mais]
  • 25 de março de 2022

    No tempo da reunião dançante

    “Minha tática na reunião dançante” foi a crônica que o jornalista e amigo David Coimbra publicou terça-feira (22) na Zero Hora. O título despertou dois sentimentos. Primeiro, de nostalgia que – confesso – arrancou um sorriso às 6h da manhã… [Leia mais]
  • 18 de março de 2022

    Rotina sem rotina

    Uma das coisas mais fascinantes do jornalismo é conhecer pessoas. Isso, porém, exige sensibilidade e tolerância. Lidar com o público é gratificante, mas é comum deparar com gente “de mal com o mundo” que transfere para os outros as suas… [Leia mais]
  • 11 de março de 2022

    Viajar sem sair de casa

    Analiso com muita atenção no nosso O Alto Taquari o depoimento de leitores que incorporaram o hábito da leitura em seu cotidiano. Aproveito “a deixa” para falar do que sinto cada vez que deparo com o exemplar do jornal na… [Leia mais]
  • 4 de março de 2022

    Antes de partir

    Recentemente revi o filme que dá título a esta crônica. A trama conta a história dos personagens vividos pelos atores Jack Nicholson e Morgan Freeman. Dois craques! Quando vejo seus nomes em qualquer filme passo a assistir, não importa o… [Leia mais]