Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio,

O Alto Taquari - Cotidiano

Jornal da Semana
Cotidiano

Três arroio-meenses e uma artista de Estrela são
responsáveis pelo mural do Porto de Estrela

, 5 de agosto de 2022 às 9h24

Os artistas do Vale do Taquari, Samuel Hergesell, Júlio Delazeri, Henrique Lopes, de Arroio do Meio, e Luísa Born, de Estrela, estão no processo de finalização da arte nos 19 silos expostos da empresa Nutritec, no Porto de Estrela. Iniciada em novembro de 2021, a obra tem previsão de término na segunda quinzena de agosto. É uma área superior a 9.300 m² e cada silo tem 32 metros de altura e 13 de largura de área exposta.

Segundo Samuel, um dos responsáveis pela execução da arte, o primeiro contato do marketing da Nutritec, empresa que assumiu as operações da antiga CESA, foi feito em junho de 2021, pelo qual manifestaram interesse em dar uma cara nova para os silos que estavam subutilizados há anos e com estrutura deteriorada. No entanto, a empresa de grãos queria ir além de um outdoor, lona ou luminoso. A ideia era fazer uma arte com artistas da região. “Fizemos uma pareceria com mais dois artistas devido à complexidade da obra. Atualmente, trabalhamos em quatro. Três de Arroio do Meio e uma de Estrela”, relata Samuel.

Entre elaboração do projeto, definição da arte final até o início da execução, foram mais de cinco reuniões, e em torno de quatro meses de planejamento.

Ideias representadas

No lado interno, voltado para dentro da empresa, foi feita uma arte mais suave, com linhas abstratas em tons de vermelho (cor da Nutritec) com a identificação da empresa. Para o lado voltado ao rio Taquari, a ideia era fazer algo mais elaborado, que abraçasse todos os silos em uma única imagem. Desse modo, foi representado o lado mais humano do agro, desde a base, que é a colheita: um agricultor olhando para sua produção, mais ao fundo, uma colheitadeira e um milharal em primeiro plano, visto que o milho é o principal grão da Nutritec.

No lado voltado à BR 386 está sendo finalizada uma homenagem ao turismo do Trem dos Vales e feita a revitalização do letreiro histórico “PORTO DE ESTRELA”.

Patrocínio

Conforme Samuel, o patrocínio é 100% da Nutritec, sem recursos do Poder Público. “Mas claro, o projeto teve apreciação e aprovação pela prefeitura de Estrela, antes da execução da obra”, ressalta.

Processo de execução

Inicialmente, foi contratada uma empresa para lavar todos os silos e, posteriormente, os artistas iniciaram os desenhos com o auxílio de um guindaste, utilizando trena e prumo. Para a pintura foram instalados três jahus elétricos por uma empresa de segurança que acompanhou a equipe por toda a obra.

A primeira etapa necessária foi espatular e escovar a parede, eliminando resíduos de tinta velha e deterioração da parede. Depois, foi passado um fundo preparador, utilizando duas máquinas de airless que auxiliou os artistas na pintura em larga escala.

Depois do fundo, foram dadas duas demãos de tinta e, na segunda, já foram feitos os efeitos e as misturas desejadas tanto com a máquina como com spray em detalhes menores. Por fim, foi passado verniz.

Entre fundo, tinta e verniz, foram 320 baldes e mais de 200 sprays utilizados na obra. Ou seja, foram mais de 5,7 mil litros de tinta.

Desafios

Segundo os artistas, foram dois grandes desafios: a altura e a curva dos silos para que a perspectiva ficasse correta numa visualização frontal.

Os artistas então pintando três dias por semana. Ao final, somarão nove meses e meio de trabalho. O término, que também depende das condições climáticas, está projetado para a segunda quinzena do mês de agosto.

Sobre a arte

Conforme Samuel, pode-se dizer que é uma das maiores artes do mundo. Tanto, que o setor de marketing da empresa vai protocolar um pedido de revisão junto ao Guinness World Records. “Assim como a empresa, nós artistas também ficamos na expectativa de sermos mencionados no livro dos recordes”, relata. Em relação aos feedbacks, os artistas estão tendo os melhores possíveis. Além disso, muitas pessoas estão fotografando a obra. Para eles, é um prazer fazer parte desse projeto de iniciativa privada que fará parte do cenário do Vale do Taquari.

No lado interno, foi feita uma arte mais suave, com linhas abstratas em tons de vermelho

Silos antes de receberem a arte

Reta final do projeto, com a arte quase pronta

Por daiane