Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio,

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Agrovale

Sicredi reforça o compromisso com o agronegócio da região

, 19 de novembro de 2021 às 11h11

A atuação do Sicredi junto a agricultura familiar e em toda a cadeia produtiva do agronegócio, fomenta o desenvolvimento econômico da região, o que representa um impulso ao crescimento sustentável das economias locais e a geração de renda e emprego, além da melhoria da qualidade de vida nas comunidades onde está presente.

Por meio da oferta de crédito para o setor, o Sicredi Região dos Vales viabiliza a modernização de propriedades rurais, a diversificação de atividades, a melhoria das condições de trabalho, a ampliação da produtividade, a geração de renda e a permanência das famílias no meio rural.

Os recursos destinados pela Cooperativa em linhas de crédito rural atendem projetos nas áreas de avicultura, suinocultura, pecuária leiteira, produção de grãos e demais culturas e atividades existentes na região.

Exemplo da importância do crédito ao agronegócio é a família Ballarini, de Vespasiano Corrêa. A propriedade iniciou com os pais, Valter e Loiri Ballarini. Atualmente, com a sucessão familiar, Moisés, um dos filhos do casal, juntamente com a esposa Claudiane, iniciaram a produção de frango, investindo em quatro aviários dark house. “Resolvemos dar continuidade na propriedade enquanto meu pai tem energia para me ajudar com a experiência dele. Tem que trabalhar as duas coisas juntas, a experiência deles e a nossa vitalidade.”

A família conta que as melhorias e investimentos realizados ao longo dos anos na propriedade foram viabilizados com a parceria do crédito. “Se não fosse o Sicredi, a gente não teria nada hoje. O Sicredi ajudou muito. Não tem como crescer se não tem crédito,” relata Valter.

Para Moisés, ter uma cooperativa de crédito voltada ao agronegócio, auxiliando o crescimento dos produtores da região é muito importante. “O agro está crescendo, e não é pouco. Na minha opinião o Sicredi lida com números, estatísticas, probabilidade e gente. Esse é o diferencial do Sicredi,” finaliza.

Ademar e Marili Zampeze, produtores de leite de Guaporé, iniciaram sua trajetória com uma produção de 50 litros e, hoje, já passa de 2 mil litros por dia. Ademar relata que, desde o início contou com o apoio do Sicredi. “Sou associado desde 1994 e começamos mesmo a ter alguma coisa quando eu consegui um recurso no Sicredi, assim começou e depois engrenou.”

Recentemente, a família investiu em um sistema de confinamento para gado de leite, com o objetivo de trazer mais qualidade de vida aos animais, refletindo assim, na produtividade final. O projeto ainda possibilita ampliar a produção atual, mas Ademar ressalta que a família trabalha de forma planejada, prezando pela sustentabilidade do negócio.

Marcelo, um dos três filhos do casal, resolveu ficar para tocar a propriedade. Ele conta que a cada ano aumenta um pouco mais o desafio e tem que estar preparado. “Por mais difícil que seja, em primeiro lugar tem que acreditar no negócio. Já fizemos muita coisa e tem muito mais para fazer.”

Para Ademar, a disponibilização de crédito é muito importante para o agronegócio, já que muitas pessoas dependem dessa atividade na região. “Quanto mais produtores conseguirem crescer, maior é o ganho de cada pessoa, então é uma corrente onde um precisa do outro.”

Conforme Roberto Scorsatto, diretor executivo do Sicredi Região dos Vales, é gratificante ver a evolução e prosperidade dos associados e poder fazer parte de suas conquistas. Destaca ainda que, desde sua fundação, o Sicredi tem o compromisso de apoiar o agronegócio e estar ao lado dos produtores rurais, o que evidencia a representatividade, a importância da parceria e a força da cooperação no desenvolvimento da região.

Essa parceria foi refletida no Plano Safra 2020/2021, quando Sicredi Região dos Vales liberou R$ 230 milhões, contemplando 2,5 mil associados dos 18 municípios da sua área de atuação. O montante representa cerca de 60% de todas as liberações de crédito rural realizadas no período, na região.

Já para o ano Safra 2021/2022 são projetados R$ 260 milhões em liberações, sendo que R$ 162 milhões foram liberados entre os meses de julho e setembro deste ano. Os recursos disponibilizados até o momento, viabilizaram cerca de 3 mil operações de crédito nos municípios atendidos pela Cooperativa.

Família Zampeze de Guaporé

Por daiane