Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio,

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Geral

Sicredi realiza formação do Programa Cooperação na Ponta do Lápis

, 7 de outubro de 2021 às 16h35

Durante os meses de agosto e setembro, o Sicredi Região dos Vales realizou a formação do Programa Cooperação na Ponta do Lápis com cerca de 390 alunos da Emef Dom Pedro e do Colégio Scalabriniano São José de Roca Sales.

Na Escola Municipal de Ensino Fundamental Dom Pedro, os alunos do 1º ao 5º ano receberam gibis da Turma da Mônica, desenvolvido especialmente para esse público, abordando a educação financeira de uma forma leve e divertida. Já os alunos do 6º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio do Colégio Scalabriniano São José, participaram da formação presencial conduzida pelos colaboradores da agência do município, aproveitando todo o conhecimento e experiência dos profissionais da Cooperativa sobre o tema.

O projeto visa trabalhar de um modo simples e didático as informações relacionadas ao assunto, assim como planejamento e consumo consciente. Ao aproximar, desde cedo, a educação financeira das crianças e adolescentes, estimula o autoconhecimento e a organização nas decisões do presente, bem como o planejamento para o futuro.

Segundo a diretora do Colégio Scalabriniano São José, Rosane Inês Volken, a formação foi um momento de reflexão sobre como lidar com o dinheiro, e também conhecer boas práticas para fazer boas escolhas. “No atual cenário repleto de incertezas e de apelos ao consumo é cada vez mais urgente desenvolver comportamentos financeiros responsáveis e sustentáveis desde muito cedo. Refletir de forma crítica e consciente sobre a forma como lidamos com o dinheiro, certamente gera impactos positivos na organização da vida pessoal,” relata Rosane.

Já na escola Dom Pedro, a professora de matemática Caroline Fengler, resolveu aliar os conteúdos técnicos da disciplina com a realidade da vida financeira. “O interesse pela formação surgiu através dos assuntos abordados em sala de aula relacionado às operações com números inteiros, a socialização dos alunos com números negativos, os quais relacionamos com as operações de débito e crédito. Assim, sentimos a necessidade por parte dos alunos de aprofundar os conhecimentos voltados a uma instituição financeira. Os estudantes estavam muito felizes e ansiosos em receber a formação”, conta Caroline.

Para a coordenadora de relacionamento do Sicredi Região dos Vales, Francieli Ravazio, a experiência de estar em contato com a comunidade através da sala de aula é sempre enriquecedora, e levar o projeto às escolas é importante para a construção de uma sociedade melhor. “Acreditamos na educação financeira como um pilar para apoiar a saúde financeira dos nossos associados e comunidades. E levar esse conhecimento às escolas reforça o nosso compromisso em contribuir com o futuro da região.”

Por daiane