Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio,

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Greicy Weschenfelder

Comemorar o quê?

, 10 de setembro de 2021 às 13h49

Passou o 7 de setembro e ele trouxe para nós momento riquíssimo para parar e pensar, e, óbvio, agir em prol do nosso país que escolhemos para viver.

A escolha de estar nesse país e nossa e também temos essa mesma opção para deixá-lo melhor. Nunca fui daquelas pessoas que vê só o lado ruim da questão. E, penso que nós, como patriotas também devemos enxergar motivos para continuar lutando e como escrevi anteriormente, deixar esse país melhor. Toda nação tem problemas e a nossa também tem, aliás, não está nada fácil conviver com isso, mas é o que temos e temos o dever de ajudar. E há várias formas para ajudar. No fundo, você sabe. E, acredite, são ações pequenas e diárias.

Notamos, recentemente, a volta das bandeiras e das cores nacionais. Valorizar os símbolos nacionais, curtir em família as cores vibrantes do nosso país e mostrar orgulho pela pátria. E isso sempre valerá. Agora, não adianta falar uma coisa e fazer outra.

Temos uma floresta maravilhosa, uma terra fértil, um povo hospitaleiro, simpático, vibrante e trabalhador. Temos uma geografia privilegiada. Mares lindos. Tantas mais coisas a comemorar. Viva a Pátria.

Pensar também nas mazelas que acometem nosso povo e na corrupção escancarada e no câncer que assola as instituições e, principalmente, a política. O que fazer? Falar sobre isso, claro. Depois, tomar um certo distanciamento de fanatismos e ódios. Analisar os dois lados e propor também soluções. Saber votar, saber falar de política também são ingredientes importantes, além é claro de respeitar opiniões e mesmo sendo de pensamentos divergentes no fim das contas se unir pelo país que é meu, teu e nosso.

Sonho com um país melhor, mas não se iluda de que acabaremos com todos os problemas, muitos das áreas sociais que o Brasil tem. Os desafios e problemas estarão ai para mostrarmos nossa união. Só espero que os interesses individuais não continuem prevalecendo sobre os interesses mútuos e da maioria. O Mal nunca poderá estar acima do Bem numa nação que se preze.

Acredito na retomada de valores como família, educação, bom senso, segurança, que se perderam ao longo do tempo. Mas não acabaram!

Temos muitos bons motivos para comemorar e, pasmem, comemorar. Lembre-se, comemorar também significa refletir. Parar e pensar. E agir, logo!

Por daiane