Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio,

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Semana Farroupilha

Cavalgada e Missa Crioula para festejar a Semana Farroupilha

, 24 de setembro de 2021 às 9h35

A pandemia da covid-19 não apagou o espírito do tradicionalismo em Pouso Novo. Mesmo sem o ronco de gaitas e os floreios e rodopios nas pistas de danças e suas tradicionais jantas durante uma semana, o CTG Tropilhas da Serra cultivou, com um dia de festa, a paixão pelo tradicionalismo em homenagem àSemana Farroupilha e aos 200 anos de nascimento de Anita Garibaldi.

A comemoração começou no sábado, dia 18 quando, no final da tarde, um grupo de cavaleiros junto com a patronagem do CTG, acendeu a Chama Crioula junto ao túmulo dos soldados mortos durante o Combate do Fão, ocorrido em setembro de 1932, durante a Revolução Constitucionalista na comunidade da Barra do Dudulha. Após jantar e pernoitar no Salão da Comunidade de Dudulha, um grupo de cerca de 40 cavaleiros seguiu em cavalgada na manhã de domingo, com a centelha crioula e bandeiras até o galpão do CTG, onde foram saudados e recepcionados pelo Coral da Comunidade com o canto Hô de Casa. Em seguida, entregaram a centelha que foi depositada no altar, onde o frei José Muller celebrou missa crioula com linguajar gaudério. Durante a celebração, dois tradicionalistas ligados ao CTG ataram na cruz um lenço branco e um vermelho, simbolizando a paz entre Ximangos e Maragatos, que se enfrentaram e lutaram na Revolução Farroupilha. Ao meio-dia, o CTG serviu almoço e, na parte da tarde, aconteceram apresentações artísticas, encerrando assim as comemorações daquela que deveria ser a 41ª Semana Farroupilha do CTG Tropilhas da Serra.

Prendas do CTG acompanharam a cavalgada

Coral saudou cavaleiros com Hô de Casa

Missa Crioula com o frei José

Lenços na cruz simbolizam a paz

Por daiane

Cavaleiros entregam a Chama Crioula que foi depositada no altar, onde foi celebrada missa