Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio,

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Educação

Emef Itororó, de Palmas, lança projeto de incentivo à leitura

, 13 de agosto de 2021 às 9h35

Com os objetivos de incentivar a leitura e estimular as crianças e adolescentes a buscarem, nos livros, momentos divertidos, prazerosos e o conhecimento, levando-os a compreenderem melhor os conteúdos abordados na escola, mostrando a eles um horizonte totalmente novo, a Emef Itororó, do Distrito de Palmas, Arroio do Meio, lançou na segunda-feira, dia 9, o seu projeto de Incentivo à Leitura.

O ato ocorreu no salão comunitário na presença da vice-prefeita Adriana Meneghini Lermen, diretora Betina Friedrich Leidens, a ex-diretora Arilene Wilsmann, representando a Sociedade de Água, a presidente do Círculo de Pais e Mestres (CPM), Adriane Bioeu e a subprefeita do distrito, Ângela Wilsmann.

Na apresentação da iniciativa, que atenderá em torno de 36 crianças que frequentam a escola, a diretora salientou a importância do livro para o aprendizado e de como este estímulo é salutar tanto para as crianças como para as famílias. O projeto consiste em adquirir livros de leitura e apoio pedagógico para que crianças e adolescentes ampliem o seu conhecimento universal através da prática da leitura diária.

Com apoio da Administração Municipal, o projeto tem como finalidade angariar recursos através de doações de empresas e demais instituições que se preocupam com o futuro das crianças e adolescentes atendidas por essa escola. O intuito é arrecadar o valor de R$ 10 mil, a ser utilizado exclusivamente para a compra de livros de leitura, apoio pedagógico e móveis para a biblioteca.

Conforme Betina, a escola preparará a sala a ser dedicada para receber as estantes e livros, sendo transformada em uma biblioteca. “É o maior dos nossos desejos, ter a biblioteca e aumentar a nossa coletânea de livros. Sabemos que, em tempos de tecnologia, temos de estimular cada vez mais as crianças a lerem. Sozinhos, não conseguimos. A comunidade sempre nos abraça, temos toda uma rede de apoio que nos acolhe, mas sabemos que é preciso de verba para pôr o projeto em prática”, declara a diretora.

Ela acrescenta que a escola espera receber o auxílio das empresas para concretizar este sonho, seja o valor qual for. “Vamos nos unir para levar este projeto adiante”, conclui.

Para a vice-prefeita, Adriana, a presença do livro na vida do aluno é de extrema importância. “Não apenas pela questão do imaginário, mas a biblioteca é importante porque trata-se de um espaço que pode ser usado de várias formas”, diz, sugerindo também a adoção de projetos como a sacola literária, que vai até as famílias com diversos títulos, revistas e jornais. “A juventude e as crianças precisam ter esta vivência. Tudo tem um começo e vocês estão no caminho certo, parabéns pela iniciativa e contem conosco para ajudar”, finaliza.

A Sociedade de Água foi a primeira entidade a colaborar com o projeto. “A gente não pensou duas vezes em fazer uma doação, é pequena, mas é de coração porque sabemos da importância da leitura, ela abre muitas portas”, declarou Arilene. A subprefeita também se pronunciou e parabenizou a iniciativa. “Parabéns a toda a equipe, pois sabemos que é uma iniciativa muito importante e para a comunidade”.

As empresas que tiverem interesse em ser parceiras da escola podem entrar em contato pelo fone/Whats: 51 99674-2485.

Para encerrar o momento, os alunos Emanueli Brandão Poletti e Ezequiel da Silva Caminha, do 4º ano, Milena Reckziegel Leite, do 3º e a pequena Ghiovana da Silva Pundrich, do nível A, fizeram uma apresentação com a leitura de um livro e a contação de uma história, para ilustrar a importância do livro. Após, foi servido aos presentes uma degustação de produtos de empresas e agroindústrias locais e guiado um passeio pela escola.

Por daiane