Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio,

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Geral

Focada no transporte para o agronegócio, Vale Log cresce 35% no primeiro semestre

, 2 de julho de 2021 às 9h50

Por iniciativa de 24 caminhoneiros, em dezembro de 2006, foi fundada a Cooperativa de Transportes do Vale do Taquari, a Vale Log, em Arroio do Meio. Nos quase 15 anos de existência a Vale Log tem tido um crescimento constante, mostrando a força e a importância do cooperativismo. Hoje a Vale Log opera em 10 estados brasileiros, transportando mais de 700 mil toneladas ao ano. São 177 cooperados e uma frota de 206 caminhões.

Em entrevista, o presidente Adelar Steffler fala da expansão da Vale Log ao longo dos anos e dos benefícios do sistema cooperativista para os caminhoneiros e também para o município. Hoje a cooperativa é a nona maior empresa de Arroio do Meio no Valor Adicionado Fiscal.

O Alto Taquari – Nestes quase 15 anos de fundação, a Vale Log expandiu de forma considerável, seja no número de cooperados, na sua área de atuação e como empresa, visto que hoje é a nona maior do município. A que pode ser atribuído este crescimento constante?

Presidente Adelar Steffler – O crescimento da Vale Log envolve vários fatores. No seu primeiro ano de atividade, em 2008, tivemos um cenário de crise mundial. Primeiro foi a crise imobiliária nos Estados Unidos que afetou toda a economia no mundo inteiro. Depois ainda tivemos a gripe aviária, que prejudicou fortemente o agronegócio do nosso país: todo o setor de carne do Brasil teve uma grande redução em todos os negócios internos e externos e foi exatamente o nosso ramo de transporte que também foi afetado, pois nascemos com o intuito de transportar para o agronegócio. Fomos fortes, persistimos e conseguimos superar a primeira dificuldade.

Em 2009 implantamos a unimilitância, na qual todos os sócios precisam trabalhar única e exclusivamente para a cooperativa. Investimos em tecnologia, fomos a primeira cooperativa no setor de transportes – agro do Brasil a implantar o conhecimento eletrônico (CT-e) e notas fiscais eletrônicas. Em 2010 mais uma vez investimos em infraestrutura com a aquisição da área de terras para a construção do centro administrativo, base de abastecimento e pátio de estacionamento para os nossos caminhões. Em 2011 mais um grande avanço na criação da Rede Transporte, que foi criada em parceria com outras cooperativas do ramo. Rede e a Central de compras.

Começamos a fazer grandes negócios na compra de insumos, diesel, pneus, sistema de software entre outros produtos. Compras feitas diretamente das fábricas, o que trouxe e traz grande redução nos custos. A Vale Log vem buscando cada vez mais espaço em vários estados do país, transportando para as maiores empresas, cooperativas e trades do Brasil e do mundo. Assim fomos nos tornando a cooperativa referência de transportes no Rio Grande do Sul, e estamos entre as maiores cooperativas do ramo transporte do Brasil. Nos orgulhamos ainda mais, por ocuparmos a nona vaga dentre as 10 maiores empresas da cidade de Arroio do Meio.

O crescimento constante é um bom sinal para a cooperativa e para os associados, mas o mais importante é que a Vale Log em todos os anos, além de fazer investimentos na cooperativa, sempre teve sobras, e isso nos traz segurança e sustentabilidade.

Neste ano de 2021, no primeiro semestre crescemos 35%, que com certeza é um bom crescimento numa época de pandemia.

AT – O cooperativismo é um sistema econômico diferenciado. Quais são as principais vantagens e desafios?

Adelar Steffler – Olhando pela Vale Log, são várias as vantagens que temos e oferecemos para os nossos associados. Além de termos fretes o ano todo e com preços diferenciados do mercado, também conseguimos adquirir insumos mais baratos e repassar isso para o associado. A Vale Log contrata os fretes e repassa para os associados diretamente sem atravessador. Compramos pneus diretamente da fábrica da Michelin e da Continental, óleo diesel e lubrificantes são adquiridos diretamente das distribuidoras Ipiranga, Shell, Petrobras. Ainda, oferecemos outros insumos para os associados.

Temos o monitoramento de toda a frota 24 horas por dia, 365 dias por ano, trazendo mais segurança para eles. Temos seguro próprio para os veículos, com preço mais acessível, o que contempla os veículos da frota.

Nosso centro de logística monitora e controla os veículos para que tenham maior produtividade, fazendo todo o acompanhamento da viagem e para que os veículos fiquem menos ociosos e andem menor quilometragem vazios.

Trabalhamos muito em parceria com os nossos clientes, e digo que essa sinergia é um grande desafio, vamos e voltamos com carga para o mesmo cliente, trazendo mais produtividade e ganho para os nossos associados.

AT – Quais são as projeções da Vale Log para os próximos anos?

Adelar Steffler – Para os próximos anos queremos expandir mais em outras frentes de trabalho para nossos clientes, hoje a Vale Log oferece para os clientes o transporte, classificação, pátio de triagem, agendamentos de descarga, além de organizar toda a gestão de embarque da mercadoria. Temos outros projetos que estão sendo analisados e avaliados, como, expandir com mais filiais além das que temos hoje (Santa Tereza do Oeste/PR, Itumbiara/GO e Nova Mutum/MT) e aumentar o número de caminhões. Também temos um novo projeto já em andamento que deve avançar mais nos próximos anos, que é a Escola de Formação de novos motoristas. Este projeto era para ter sido implantado no ano passado, 2020, mas com a pandemia não foi possível. Este será um projeto que alavancará ainda mais o crescimento da cooperativa, cooperados e principalmente, para os motoristas que buscam se aperfeiçoar cada vez mais, abrirá oportunidades para quem busca se qualificar junto ao mercado de trabalho e que quer ingressar no ramo do transporte.

AT – O setor de cargas no qual a Vale Log atua é extremamente relevante para a economia do país. Como o senhor avalia o atual momento econômico do Brasil e quais as perspectivas para os próximos meses?

Adelar Steffler – O atual momento econômico para o nosso ramo está bom. Com o crescimento do agronegócio no nosso país, temos muitas oportunidades de crescermos. Temos muitos investimentos no Brasil no que tange a infraestrutura, principalmente em ferrovias, hidrovias e portos. Acreditamos que melhorias na infraestrutura auxiliem e muito o cenário logístico do nosso país, porém, precisamos ficar atentos a estas mudanças. Com isso, surgem novas frentes de trabalho. Hoje no Brasil, ainda se transporta mais de 60% das cargas por meio de caminhões.

Provavelmente teremos mais dois anos de um bom crescimento no PIB do Brasil, e isso beneficia e muito no desenvolvimento da nossa cooperativa, e de todos nós brasileiros.

Além da sede, Vale Log possui filiais no Paraná (foto), Goiás e Mato Grosso

Vale Log foi fundada em 2006 e vem crescendo de forma constante. Hoje está entre as 10 maiores empresas de Arroio do Meio

Por daiane