Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio,

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Agrovale

Daniel Simonetti: investimento alto para garantir sucessão na propriedade

, 23 de julho de 2021 às 8h55

A garantia de produtividade e qualidade de vida no interior são os principais motivos para Daniel Simonetti, de 21 anos, investir na propriedade dos pais, Armando e Beatriz Barcella Simonetti. Em São Miguel, interior de Travesseiro a família, que sempre teve na agricultura a principal fonte de renda, seguirá na atividade e ampliará a produção de suínos.

Daniel é o filho mais novo e é o responsável pelo novo chiqueirão da família. Começou a trabalhar cedo. Aos 14 anos foi empregado em uma granja de suínos na propriedade de Jonas Morari e permaneceu na atividade por seis anos, onde adquiriu experiência e conhecimento para iniciar o seu empreendimento próprio.

O galpão com mais de 1,2 mil metros quadrados, quando concluído, alojará 1 mil leitões na fase de terminação. No espaço, o animal chegará com aproximadamente 40 dias, ficará alojado por mais de três meses com um peso médio de 150 quilos, quando é encaminhado para o abate.

A terraplanagem para construção do empreendimento iniciou em março. A estimativa é de que a nova estrutura esteja concluída em setembro, quando devem iniciar o alojamento dos primeiros lotes. O trabalho de preparação do terreno foi terceirizado por Simonetti e contou com o apoio da secretaria municipal da Agricultura de Travesseiro, que por meio do programa de incentivos à Atividade Agrícola, repassa financeiramente os valores aos produtores.

Toda a estrutura será automatizada desde a alimentação do animal até a climatização.

Daniel afirma que o investimento foi pensado a longo prazo e na sucessão familiar. O investimento inicial supera os R$ 600 mil, mas o produtor não descarta ampliar a produção com o passar dos anos, tendo em vista a facilidade de crédito, valorização da carne no mercado internacional e o surgimento de novas tecnologias no manejo e tratamento dos dejetos líquidos.

Além de Daniel, o irmão Sidnei também está na atividade desde 2009, quando construiu uma creche de suínos para mais de 1,2 mil leitões. Atualmente toda a família é envolvida na agricultura, além dos parentes e vizinhos. Muitos destes, focados na suinocultura com criação de matrizes.

Assim como em São Miguel, a exemplo dos Simonetti, é comum avistar pelo interior do município outras famílias investindo em novas construções. Somente no último semestre, foram implantados sete novo galpões com foco na criação de suínos, totalizando o alojamento de 5.920 novos animais. No município, atualmente, são 39 mil cabeças mantidas por 40 produtores.

Por daiane