Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio,

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Indústria

Kananda: projeções otimistas com a ampliação de área física e novos produtos em 2021

, 21 de maio de 2021 às 10h30

Com mais de 20 anos de atuação no ramo alimentício, a Kananda Indústria de Produtos Alimentícios com sede na rua São Paulo, no bairro Aimoré, em Arroio do Meio, comemora os bons resultados do último ano e projeta um 2021 ainda melhor com a ampliação do escritório administrativo e a criação de uma nova linha de salgadinhos que ainda está em fase de estudos.

A empresa dos proprietários Roseli, Valmir, Fernanda e Arthur Graeff, iniciou as operações em 2 de janeiro 2001 em uma pequena casa de alvenaria com pouco mais de 70 metros quadrados no bairro Aimoré. Na época, apenas com a produção de batata palha, palitos de bacon e batata congelada.

Com a expansão e abertura de novos mercados em todo o Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, a empresa iniciou a fabricação de salgadinhos e com isso veio o aumento das vendas e início da exportação. A empresa passou por várias mudanças estruturais com a aquisição de mais maquinários, ampliação do prédio e mudanças nos padrões de fabricação, que deram mais qualidade e agilidade na produção atendendo os padrões de qualidade do mercado.

A empresa arroio-meense rompeu fronteiras e no segundo semestre de 2015 iniciou a exportação de produtos ao Uruguai, que se tornou o maior comprador. Atualmente uma carreta de produtos é enviada a cada dois meses ao país.

A Kananda conta com 23 funcionários diretos responsáveis pela produção além da mão de obra indireta responsável pela venda, distribuição e logística dos produtos. “Não tivemos a redução do quadro. Tivemos uma pequena queda nos pedidos, mas reorganizamos a empresa e, em primeiro, lugar mantivemos todos os cuidados com a equipe de trabalho, com a adoção de medidas de higienização, redução de jornadas e férias. Isso nos deu mais tranquilidade para encarar a pandemia”, explica a sócia Roseli Graeff.

No variado mix de produtos da Kananda, que são apresentados em embalagens criativas e diferenciadas, o produto, ainda, de maior saída, considerado o “carro chefe da empresa”, é a batata palha, que pode ser complementada em diversos pratos e lanches rápidos. Além disso, se destacam: a Batata Ondulada, Qnack’s, Talokitos, Kakitos de diversos sabores e Beikitos.

A batata in natura é usada diariamente na produção em grande parte dos produtos, assim como a farinha. Por mês, são industrializadas mais de 150 toneladas de batata, 20 toneladas de farinha e cinco toneladas de pellets, usados na produção dos Beikitos.

Para o próximo semestre, a família Graeff apostará em novidades. Um novo escritório será concluído em três meses, onde estará funcionando toda equipe administrativa e ampliará a área da empresa que conta com 1.470 metros quadrados. A Kananda também pretende apresentar uma nova linha de salgadinhos, que ainda estão sendo estudados com outras fábricas e fornecedores.

Empresa conta com 23 funcionários diretos na produção, além da mão de obra indireta que atua na distribuição e logística dos produtos

Por Alan Dick