Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio,

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Geral

Planejamento estuda melhorias em cruzamentos na ERS-130

, 30 de abril de 2021 às 9h35

Nos cruzamentos da ERS-130, dos quilômetros 81 a 83, em São Caetano, Arroio do Meio, é comum constatar um festival de imprudências. Os locais onde a travessia e conversões são mais tensas, especialmente nos horários de pico, estão entre o Posto Fórmula e o Loteamento Sol da Manhã, da rua Dona Rita e ERS-482, e nos acessos ao bairro Novo Horizonte e a Avenida Leopoldina Wendling.

Embora o Código de Trânsito seja claro no que tange a aguardar no acostamento das rodovias antes de realizar os cruzamentos; de dar preferência para quem está sobre a pista ou já estava no local; e da necessidade da conversão em trevos no sentindo anti-horário, muitos motoristas ignoram a legislação e etiquetas básicas.

Nos dias de maior movimento, a travessia nestes locais é quase uma roleta russa. O número de acidentes não é tão elevado como a tensão de realizá-las de forma segura. De acordo com o Grupo de Patrulhamento Rodoviário da Brigada Militar, em 2020, ano de pandemia, foram apenas sete acidentes, sendo cinco com lesões e dois com danos materiais. Na última década foram 123 acidentes, destes 84 com lesões.

A cobrança por intervenções mais incisivas em termos de sinalização e delimitações viárias, para deixar o fluxo mais organizado e seguro, por parte de alguns motoristas mais conscientes e de contribuintes preocupados com a situação, é antiga. Mas, recentemente, o poder público local voltou a ser pressionado por soluções mais emergentes, já que é impossível exigir uma presença contínua da Polícia Rodoviária.

O coordenador do Planejamento, Carlos Rafael Black revela que está a par das reinvindicações dos motoristas e comunidade. Salienta que a equipe de engenharia está analisando viabilidades para pedir ajuda ao Daer e EGR, que são responsáveis pela faixa de domínio da rodovia. Black faz ressalvas de que tentativas de intervenções em rodovias costumam ser demoradas em decorrência da burocracia. O primeiro projeto em estudos é de melhorias na intercessão da ERS-130 com a ERS-482, nas imediações da empresa de Heli Rosenbach. A perspectiva é de que novidades sejam apresentadas ainda neste ano.

Esse caos no cruzamento, não é exclusividade de São Caetano. A entrada e saída de caminhões de carga ao longo de toda a extensão da rodovia deixa o trânsito um pouco turbulento e congestionado em horários de pico. A cobrança de melhorias e prolongamento de vias laterais à ERS-130 é vista por muitos contribuintes como uma solução barata e eficiente.

Apesar da imprudência, número de acidentes não é tão elevado

Por Alan Dick