Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio,

O Alto Taquari - Cotidiano

Jornal da Semana
Cultura

Gaita ponto: um dom passado por gerações

, 18 de dezembro de 2020 às 9h59

O professor de gaita ponto Márcio Adair Borchert, 42 anos, nascido em São Borja, berço da tradição gaúcha, se mudou há cinco anos para Arroio do Meio. Casado com Cléo e pai de Lucas, oito anos, herdou o dom da música de seu pai e tio que eram gaiteiros. “Meu avô tocava bandoneon, instrumento esse que toco poucas músicas, as quais aprendi com meu falecido pai”. Caminhoneiro autônomo por 20 anos, conheceu Arroio do Meio enquanto fazia fretes para a Bremil, com carregamentos entre Porto Alegre e Rio Verde, Goiás. “Como gostei muito da cidade, da tranquilidade e organização, decidi vender o caminhão e fixei residência na Pérola do Vale”, declara.

Há um ano, Márcio Adair se dedica ao ensino moderno de gaita ponto, criando um método prático e objetivo para o aprendizado deste instrumento. As aulas são personalizadas, buscando ir ao encontro da necessidade de cada aluno. Os interessados podem optar tanto pelo modelo presencial como pelo modelo on-line. Também realiza atendimento individual ou em grupo, conforme a preferência do aluno, que pode iniciar a partir dos oito anos, sem limite de idade. O atendimento fica no bairro Barra do Forqueta, em um estúdio planejado, com ambiente climatizado e com total privacidade, livre de qualquer distração para os alunos. Mais informações podem ser obtidas através do fone (51) 98254-3464.

Além de ministrar as aulas, Márcio também anima festas e eventos de pequeno porte. Como o setor foi impactado pela pandemia, o músico tem se apresentado nas ruas de Lajeado e outras cidades. Destaca que apesar do mercado musical ser extremamente difícil, principalmente pela pouca valorização da boa música e dos artistas que dela dependem, segue no ofício muito mais por amor do que pela parte financeira.

Por Alan Dick