Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio,

O Alto Taquari - Cotidiano

Jornal da Semana
Educação

Evento on-line debate Identidades, trajetórias e resultados

, 6 de novembro de 2020 às 9h25

Na quarta e quinta-feira desta semana, dias 4 e 5, o projeto Meninas na Ciência realizou o evento “Identidades, trajetórias e resultados”. As atividades ocorreram de forma on-line, transmitidas pelo YouTube, e tiveram o objetivo de trazer as narrativas de mulheres na Ciência e compartilhar resultados das ações desenvolvidas nas três escolas parceiras no Vale do Taquari: Escola Estadual de Ensino Médio Guararapes de Arroio do Meio, Escola Estadual de Ensino Médio Paverama e Escola Estadual de Ensino Médio Estrela.

A primeira roda de conversa na quarta-feira teve o tema “Identidades, trajetórias e resultados” e a participação de Danielle Costa Carrara Couto e Eliade Ferreira Lima. A segunda atividade, na quinta-feira, foi com o tema “Experiências e resultados nos contextos das escolas”, com a participação das professoras Luciane Porcher da Silva Borba (Eeem Estrela), Cristine Inês Brauwers (Eeem Guararapes) e Mara de Oliveira Azevedo (Eeem Paverama) e das bolsistas de Iniciação Científica Helena Bohn, Natália Vieira Sarmento, Luiza Kussler Griebeler, Alana Dupont Jahn e Alice Taís Dummel Weide.

“Temos construído, como sociedade, muitos avanços, mas ainda há muito a avançar no que diz respeito à inclusão e permanência de mulheres nas áreas de STEM, sigla em inglês para Science, Technology, Engineering and Mathematics, e em cargos de liderança, em geral”, explica a professora Sônia Gonzatti, coordenadora do projeto Meninas na Ciência. Conforme a professora, o censo da Educação Superior de 2017 revela que dentre os 20 maiores cursos de graduação no Brasil há cinco cursos na área de STEM, e somente em um deles (Arquitetura e Urbanismo), há mais de 50% de mulheres matriculadas. “Pesquisa recente do Insper demonstra que no Brasil há somente 25% de mulheres ocupando cargos de liderança em diferentes tipos de instituições e corporações. Portanto, precisamos debater oportunidades de acesso e permanência de mulheres, sendo este o propósito maior do projeto Meninas na Ciência”, finaliza a professora.

Por Alan Dick