Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio,

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Enchentes

“Pensei que iríamos morrer todos”

, 10 de julho de 2020 às 15h15

A noite de 8 de julho de 2020 jamais será esquecida por um grupo de 30 pessoas, com idosos e crianças, que estavam no salão da Comunidade Católica Navegantes. Entre 18h e 23h viveram momentos de pânico e desespero. Na tentativa de salvar pertences, abrigaram-se no salão, sem imaginar que a água chegaria ao local. Passava das 18h quando foram surpreendidos pela água, que começou a subir rapidamente. O palco tornou-se o abrigo mais alto, e as mesas foram usadas para levantar móveis, eletrodomésticos, colchões e outros bens.

Grávida de nove semanas, Greice Nunes fez um pedido de socorro por meio de uma rede social. Dentro do barco que conduz a imagem da padroeira pelas águas do Taquari em dias festivos, temia pela vida de todos os que estavam no local. Muitos adultos já estavam com água acima dos joelhos. A correnteza e a água muito fria ampliavam a insegurança. “Achei que iríamos morrer todos”, conta.

Como se não bastasse, um curto num poste de energia elétrica próximo, deixou o clima ainda mais desesperador. O acesso até o salão era exclusivo por embarcação e, em função da correnteza, os remos já não davam conta. Era preciso um motor potente para atravessar o violento Taquari, que há poucos meses mal corria. Por volta das 23h todos foram resgatados.

Greice, assim como outras pessoas, foi conduzida ao hospital. De lá foi para a casa de familiares, para onde os filhos – um menino de quatro anos e uma menina de nove – foram levados após o resgate. Na tarde de quinta-feira, ela e outras pessoas que viveram momentos de desespero lamentavam as perdas, mas exaltavam a vida. “Perdi quase tudo o que demorei uma vida para conseguir, mas estamos todos bem. Tive muito medo pelos meus filhos”, diz, salientando que até o rancho feito no sábado foi perdido. Conseguiu salvar a geladeira, uma cama, uma máquina de lavar e algumas roupas. “Os que vieram nos salvar merecem muito mais do que uma homenagem”, destaca.

O grupo socorrido foi encaminhado para a Comunidade São Paulo, onde receberam auxílio e apoio da Assistência Social.

Por Alan Dick

Numa gravidez de risco, Greice permaneceu no barco que conduz a imagem de Nossa Senhora dos Navegantes, o Esperança