Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio,

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Dia das Mães

Filhos em casa: os novos desafios

, 8 de maio de 2020 às 9h55

Desde que foram criadas, as escolas infantis têm proporcionado mudanças nas famílias e na sociedade. Além de oferecerem um serviço essencial para que as mães possam trabalhar, as escolas infantis, contribuem para o desenvolvimento das crianças. Neste período em que as atividades estão suspensas em função da pandemia, a importância destas escolas fica ainda mais evidente, tanto nas famílias como nas empresas, pois atendem crianças numa faixa etária que demandam de mais cuidados e atenção. Os alunos maiores, também com aulas suspensas, possuem mais autonomia, dependendo menos dos pais.

Arroio do Meio, Capitão, Marques de Souza, Pouso Novo e Travesseiro totalizam 1.200 crianças frequentando as escolas infantis. Arroio do Meio é o município com o maior número de crianças. São 658 na etapa creche e outras 56 no contraturno. Em Capitão, as três escolinhas atendem a 210 crianças de quatro meses a cinco anos e onze meses e, em Marques de Souza são aproximadamente 80, entre quatro meses e quatro anos. Em Travesseiro, são 94 crianças e em Pouso Novo 100.

Arroio do Meio tem a maior parcela dos pais trabalhando na iniciativa privada. Travesseiro, Pouso Novo e Capitão abrangem muitas famílias do meio rural, o que pode facilitar os cuidados com as crianças, dependendo da atividade. Os avós ou outros familiares têm sido uma saída para que os pais possam trabalhar. Custear uma pessoa exclusivamente para cuidar de uma criança é inviável pela maioria das famílias. Na sequência, o AT traz a história de três mães que contam os desafios de ter os filhos em casa o dia todo.

Por Alan Dick