Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio,

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Coronavírus

Quando o corona for embora eu quero…

, 30 de abril de 2020 às 9h50


Cuca da Dona Gerta

Nestes tempos de recolhimento, um dos melhores passatempos é experimentar receitas novas, ou resgatar receitas do tempo das nossas mães e avós. Uma boa cuca sempre vai bem, para saborear com chimarrão, no café, com chá ou linguiça. A da dona Gerta sempre recebe elogios, por isso pedimos para ela passá-la para os leitores.

Ingredientes

• 1 kg de farinha de trigo
• 1 ½ xícara de açúcar
• 3 ovos
• 2 xícaras de leite morno
• 1/3 xícara de manteiga
• 1 envelope de fermento biológico seco.
• 1 colher de chá de sal e mais um pouco de água morna para dar o ponto da massa.

Farofa

• 1 ½ xícara de açúcar
• 1 xícara de farinha de trigo
• 100 gr de manteiga
• Raspas de limão e canela em pó a gosto.

Modo de fazer

• Bater os ovos e o açúcar. Juntar a farinha, o fermento, leite morno e um pouco de água e amassar. O segredo é amassar bem. O ponto certo é quando a massa solta da mão. Deixar crescer até o dobro. Colocar nas formas, pincelar com gema de ovo e colocar o farelo. Esperar que cresça o dobro e colocar no forno.
• Para fazer a farofa é ir misturando com os dedos. A manteiga dá o ponto dos farelos.

De Gerta Nilsson, 80 anos, moradora do Centro


Em casa também estamos aproveitando

O isolamento social determinado pelos decretos governamentais e a proibição de aglomeração de pessoas por causa da pandemia do coronavírus mudaram a rotina das pessoas que formam o bloco da terceira idade, que participam e realizam eventos sociais com viagens, excursões, encontros, festas, almoços e bailes.

Nelsi Gerhardt, 66 anos, que é a presidente do grupo de idosos Sempre Amigos de São Caetano e seu companheiro Adélio Fell, 70 anos, dizem ser uma necessidade fazer este isolamento, permanecendo na maior parte do tempo em casa. “A gente só sai para o necessário”. Acostumados a frequentar muitos eventos durante a semana e nos finais de semana, o casal mudou a sua rotina. Ele dispensou o jogo de carta. Chimarrão só em casa. Visitas, restritas para alguns familiares muito próximos e de pouca duração.

Nelsi, disse que parte do tempo que antes era usado para o lado social, é dedicado para assistir televisão e no tricô. Com relação aos bailes que eram muito frequentados, o casal tem pouca esperança que os mesmos posam ser reiniciados este ano. Tudo deve ficar para 2021, comentou Nelsi.


Cuide-se

O idoso tem que se expor o mínimo possível ao ambiente externo, principalmente onde há concentração de pessoas.

O idoso não pode ficar completamente sozinho. Por isso, além de ter alguém saudável perto dele, é necessário que o restante da família se mantenha presente pelo celular ou por chamadas de vídeo.

É importante fortalecer a imunidade do idoso. Para isso, uma alimentação saudável com horários definidos e regulares deve ser mantida.

Por Alan Dick