Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio,

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Geral

Arroio do Meio recebe equipamento do PAC 2

, 4 de julho de 2014 às 6h00

Vale do Taquari – A entrega de maquinário adquirido com recursos provenientes do Ministério do Desenvolvimento Agrário, que integram a segunda fase do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC2), ocorreu sexta-feira à tarde, dia 27, no Parque do Imigrante, em Lajeado. Foram entregues 72 motoniveladoras e 57 caminhões basculantes para 129 municípios com menos de 50 mil habitantes. A cerimônia contou com a presença do Ministro do Desenvolvimento Agrário, Miguel Rossetto e do Secretário Estadual do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo, Cláudio Fiorezzi.

No Vale, 27 municípios foram contemplados com dez caminhões e 19 patrolas, entre eles Arroio do Meio que recebeu um caminhão caçamba; e Pouso Novo e Capitão com uma patrola cada. Em todo o Estado foram destinados 1.365 equipamentos a 455 municípios, totalizando R$ 385 milhões. O prefeito de Arroio do Meio e presidente da Associação dos Municípios do Vale do Taquari (Amvat) recebeu simbolicamente das mãos do ministro Rossetto uma chave em nome dos municípios do Vale que foram contemplados.

Na ocasião, Eckert destacou programas do governo federal como o Pronatec que beneficia pessoas que não tiveram oportunidade de cursar uma universidade. Ressaltou também a importância de projetos como o Funasa; do Mais Alimento e do Pronaf pelo qual os agricultores recebem incentivos do governo federal para permanecer na agricultura. “Há pouco tempo só se falava em êxodo rural, hoje os jovens estão voltando para agricultura, por que no fim do mês estão recebendo mais que na cidade”, argumentou.

Conforme o prefeito, Arroio do Meio já havia recebido anteriormente uma retroescavadeira e uma motoniveladora, totalizando três máquinas com a chegada do caminhão caçamba. “Hoje é um dia muito importante, pois esse tipo de equipamento se faz necessário para atender bem os nossos municípios e as pessoas do interior, já que a nossa região é basicamente agrícola e de agricultura familiar”, finalizou.

 

Por daiane