Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio,

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Meio Ambiente

Meio ambiente em debate

Distrito de Tamanduá discutiu assuntos relacionados ao tema em seminário realizado no sábado. Também ocorreu o plantio de árvores no bosque da comunidade

, 20 de junho de 2011 às 13h54

A segunda edição do Seminário Regional do Meio Ambiente reuniu no sábado cerca de 150 pessoas no distrito de Tamanduá. Painelistas, estudantes e representantes da comunidade debateram assuntos relacionados ao meio ambiente no salão da comunidade católica. Coordenado pela Escola Estadual Henrique Geiss e ONG Expedição Rio Forqueta, o evento serviu como momento de reflexão para a comunidade com a participação de especialistas da área como a bióloga da Univates Joane Cord, que falou sobre a mata ciliar e sua importância; presidente da ONG Soma, Gilson Pereira, que relatou as atividades da organização como plantio de árvores e recolhimentos de lixo nos mananciais, e o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Adilson Metz, que explanou o tema preservar e viver, enfocando questões como a relação sobrevivência da agricultura e leis ambientais. Também houve manifestações do frei católico Milton Backes e do pastor da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB), Valdir Frank, que relataram o envolvimento de suas congregações com o meio ambiente.

O prefeito Rubem Kremer disse da preocupação da sobrevivência da agricultura. “Temos que encontrar um ponto de equilíbrio, pois somos um município essencialmente agrícola”, destacou. Para a diretora da escola Henrique Geiss, Liane Werle Vogel, o seminário atingiu seus propósitos: “No decorrer da história o homem sempre usou os recursos naturais do planeta e gerou resíduos com pouca preocupação. Porém, os níveis de destruição do ambiente e a população mundial cresceram muito e com isso a preocupação com o meio ambiente vem aumentando bastante. Principalmente porque precisamos melhorar nossa própria qualidade de vida. Se não cuidarmos do planeta como um todo, podemos submetê-lo a graves riscos de destruição e até inviabilizando a própria vida no planeta. Por isso nossa escola promove discussões, debates, projetos e este segundo Seminário Regional do Meio Ambiente. Cuidar do planeta é nossa lição de vida”, afirmou.

No encerramento, ocorreu o plantio de 50 árvores nativas e exóticas no bosque da comunidade evangélica, marcando as comemorações dos 123 anos de fundação da localidade. O evento contou com a coordenação das professoras Elisandra Lazzaron e Bruna Mendel que apresentaram os projetos desenvolvidos pela escola. A Ervateira Ximango, Lojas Certel, secretaria de Educação e Cultura, Jornal O Alto Taquari e Rádio Integração FM apoiaram o evento.

Por Solano Linck