Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 12 de Agosto de 2020

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Geral

Prefeito apresenta em Brasília os estragos ocasionados pela enchente

, 24 de julho de 2020 às 8h59

Integrando a comitiva de prefeitos da Amvat, o prefeito de Arroio do Meio, Klaus Werner Schnack esteve em Brasília no decorrer da semana. Na terça-feira, participou de audiência na Fundação Nacional da Saúde, com 12 prefeitos da região, onde tiveram a oportunidade de conversar com o presidente da Funasa, general Giovane Gomes da Silva, sobre possibilidades de projetos para auxiliar na questão de cheias, assim como na demanda local de infraestrutura, incluindo redes de água e perfurações de poços dos municípios atingidos, além de projetos pendentes. Arroio do Meio tem situação em análise na Superintendência de Porto Alegre, referente aos reservatórios de água da localidade de Rui Barbosa, com processo já licitado, assim como substituição de redes e melhorias na localidade de Arroio Grande Superior e demais comunidades do interior. O presidente da Funasa relatou a redução de orçamento em função da pandemia, mas afirmou que estuda reorganizar equipe técnica para retomada da atenção aos projetos.

No Ministério de Desenvolvimento Regional, a comitiva foi recebida pelo ministro Rogério Marinho, que se mostrou solidário aos municípios atingidos pela cheia. O responsável pela Defesa Civil Nacional, coronel Alexandre Eduardo dos Santos, explanou os encaminhamentos e a situação atual dos documentos enviados pelos municípios. Arroio do Meio encaminhou dados e já teve a homologação no Estado e, aguarda o reconhecimento da Defesa Civil Nacional e posterior condução de possibilidades de buscas de reparos e reconstrução, em especial nos locais mais atingidos, como no deslizamento da rua Campos Sales, do bairro Navegantes, e destinação correta das mais de 500 cargas de material inservível – entulho – depositadas temporariamente na saibreira do Passo do Corvo, com alto custo de destinação ambientalmente correta.

Trataram também com os responsáveis pelo setor de Habitação, que comunicaram que o Governo Federal não tem programas para projetos habitacionais, o que poderia se viabilizar através de emendas parlamentares, a médio e longo prazo. Diante dessa realidade, o município se habilitou para possíveis retornos de programas habitacionais, à medida que houver iniciativas ou retomada destes, priorizando as famílias atingidas pelas cheias. No Ministério da Saúde, foram apresentadas experiências dos municípios de Arroio do Meio, Lajeado e demais do Vale do Taquari, no enfrentamento ao coronavírus. Os gestores relataram a necessidade do apoio na medicação, para avançar no tratamento e o Ministério relatou ações do Exército para que os medicamentos cheguem aos municípios.

Na quarta-feira, 22, os prefeitos iniciaram o dia na Secretaria Nacional da Agricultura Familiar, onde foram recebidos pelo secretário Fernando Schwanke, a quem entregaram as demandas e perdas do setor primário nas cheias. Reforçaram a necessidade de avançar no Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), para amenizar as perdas do setor e absorver a produção que estava programada para as escolas, com atividades paralisadas devido à pandemia. No Ministério da Cidadania foram recebidos por videoconferência pelo ministro Ônix Lorenzoni, para tratar sobre a assistência às famílias atingidas pelas cheias. O ministro se colocou à disposição para auxiliar em outras demandas dos municípios para a reconstrução das áreas atingidas. Na Secretaria da Defesa Agropecuária, foram recebidos pelo secretário José Guilherme Leal, onde trataram sobre o embargo aos frigoríficos de Lajeado – BRF e Minuano, referente à exportação dos produtos cárneos para a China. O município elabora plano de ação em conjunto com as empresas, para garantir a cadeia produtiva e retorno das exportações. À tarde, Schnack esteve com presidente do Fundo Nacional da Educação, Marcelo Lopes, onde relatou situação dos estragos causados pela cheia na escola infantil Atalaia e demais pleitos encaminhados e pendentes, para qualificar a educação infantil no Município. (Mais informações na contracapa).

Por Alan Dick