Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 27 de Janeiro de 2021

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Educação

Momento exige adaptação de todos

, 5 de junho de 2020 às 10h15

A participação das famílias nas escolas é considerada fundamental no processo educacional. Entre as várias formas delas se engajarem, o Círculo de Pais e Mestres (CPM) tem sido uma ferramenta importante no dia a dia dos educandários. Os presidentes dos CPMs das três maiores escolas de Arroio do Meio foram convidados a opinar sobre o impacto da pandemia na rotina escolar e também da manutenção de vínculos com alunos e famílias por meio do ambiente virtual.


Novos desafios

Para a presidente do CPM da Escola Municipal de Ensino Fundamental João Beda Körbes, Rozeni Kolmann, mãe da aluna Valentina K. Behnen, sete anos, que está no 2º ano, a educação passa por um momento delicado, de muitas incertezas sobre como ficará o ano letivo e o aprendizado dos alunos. “A pandemia trouxe novos desafios para governantes, professores, pais e alunos, tais como a educação a distância e as ferramentas necessárias para tanto. Penso que a iniciativa do município para manter o vínculo entre a escola e alunos com certeza é válida e importante para que o aprendizado não caia no total esquecimento, principalmente das crianças que estão nos anos iniciais”.

Rozeni considera que o momento é de incertezas quanto à conclusão do ano letivo


Um leque de possibilidades

O presidente do CPM da Escola Municipal de Ensino Fundamental Bela Vista, Loivo Rauber, avalia que a educação terá perdas significativas, como qualquer setor da economia. Porém, com um custo de recuperação menor.
Pai de Lana, que estuda no 2º ano, Loivo, entende que a ferramenta virtual, uma novidade para as escolas municipais, deveria começar a fazer parte permanente de todas as escolas municipais, pois abrem um leque muito grande de possibilidades.

Loivo avalia que a educação terá perdas significativas


Realidade de todo o mundo

José Humberto Araújo de Souza, que preside o CPM da Escola Municipal de Ensino Fundamental São Caetano, lamenta as alterações que a pandemia causa na rotina escolar e familiar. No entanto, avalia que Arroio do Meio não vive uma situação isolada, visto que o coronavírus atinge e exige adaptações no mundo todo. Até a reunião do CPM foi realizada da forma virtual. Considera importante a rede municipal manter o vínculo com alunos e famílias de forma virtual, mesmo que estas atividades não tenham ênfase igual das aulas presenciais.

José Humberto, natural do Ceará, onde não há CPM nas escolas, acredita este é uma importante ferramenta de apoio e também uma forma de envolvimento das famílias. “Os filhos ficam mais motivados vendo os pais participando do dia a dia da escola”.

O pai de Bruno Ferreira Souza, estudante do 7º ano, ainda destaca o engajamento do CPM para a manutenção e melhorias no ambiente escolar. Ressalta que os recursos municipais não dão conta de todas as necessidades e, por isso, a contribuição dos pais, juntamente com as programações e rifas que visam arrecadar fundos, se fazem tão necessárias para as escolas. Em função da pandemia, já foram cancelados a programação alusiva ao Dia das Mães e o baile, que aconteceria em julho, celebrando os 110 anos da escola. Mesmo sem aula, o educandário possui despesas mensais fixas e é importante que os pais continuem contribuindo.

José Humberto ressalta que a pandemia forçou o mundo a uma nova realidade

Por Alan Dick