Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 05 de Agosto de 2020

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Geral

Política X Pandemia

, 22 de maio de 2020 às 9h25

Vanderlei da Rosa, major e eleitor


A população está órfã no Brasil, nos estados, principalmente nos municípios sendo que em Arroio do Meio não é diferente. Quando olhamos para Brasília encontramos um Presidente, que através de decretos, tenta impor um tipo de remédio para doentes do coronavírus, sem garantia de eficácia ou cura, enquanto que nos estados os governadores estão mais interessados em fazer política ao invés de combater o inimigo comum que é a pandemia da covid-19. Ao analisar os municípios, encontramos nossos vereadores, que nunca tiveram uma preocupação com a saúde pública, parece que só agora perceberam que falta quase tudo. Aparelhos respiratórios, existem somente três em Arroio do Meio. Foi necessário às pressas fazer convênio com hospitais em outros municípios para amenizar o problema.

Quando votamos e escolhemos nossos representantes, é para sugerir, fazer projetos propondo ao Executivo melhorias na área da saúde, educação, segurança e outras necessidades básicas da população, porém não é o que acontece.

Hoje, estamos diante de uma pandemia da covid-19, presenciamos nossos representantes discutindo soluções imediatistas, sem nenhum conhecimento ou garantia na solução. Deveriam ter se preocupado antes. Nós temos onze vereadores, que ganham acima de R$ 4 mil por mês, para se reunirem uma hora e meia, três a quatro vezes ao mês, depois dos expedientes de seus trabalhos particulares. Nas sessões, quase sempre, concordando com proposta do Executivo. Nem mesmo a oposição, faz seu papel, que deveria. Quando necessário se opor ou sugerir proposta ao prefeito, nada disso acontece. Eu procuro ler o resultado de cada sessão, não recordo, de ter lido alguma proposta dos nobres vereadores em aparelhar ou equipar o nosso Hospital São José, antes da pandemia.

Estamos na véspera de nova eleição para escolher prefeitos e vereadores. Este é o momento de a população refletir sobre o assunto e eleger novos representantes. Eu tenho conversado com diversos empresários da cidade que, como a grande maioria, estão insatisfeitos com os atuais vereadores. Sendo assim, estarão colocando seus nomes para concorrer na próxima eleição. É hora de mudar, deixar de lado velhos políticos, que muitas vezes, para concorrer, são colocados em pontos estratégicos na prefeitura, para serem vistos diariamente pelos eleitores. Muitas vezes eleitos, com fins de interesse do Executivo e não representar o eleitor. Eu, deixo bem claro, não sou e não serei candidato a nenhum cargo eletivo.

Por Alan Dick