Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 03 de Junho de 2020

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Pandemia

Menino doa economias para construção de UTI

, 15 de maio de 2020 às 9h26

O estudante do quarto ano do Ensino Fundamental da Emef Duque de Caxias, Mathias Krein, 9 anos, morador de Arroio Grande, ganhou as manchetes dos principais veículos de comunicação e redes sociais do país. O motivo foi a doação de uma pequena economia pessoal para ajudar o Hospital São José, de Arroio do Meio, que é 85% SUS e que, com o apoio da sociedade civil se organiza para a construção de uma UTI. A vontade do jovem em ajudar uma instituição que está numa região com alto número de contagiados, com poucas vagas de UTI sensibilizou a todos.
Os R$ 337,90 doados ao hospital são originários de presentes ganhos de familiares. Inicialmente seriam utilizados para compra de brinquedos Lego – os quais coleciona. Mas como as notícias sobre a comissão Pró-UTI chamaram a atenção do menino e sua família falava sobre a importância de doações durante a pandemia, ele ficou pensativo e resolveu aderir à iniciativa. Mathias compreendeu que tinha bastante Lego e a estruturação do hospital foi considerada mais importante, porque a saúde é essencial.
Segundo sua mãe, Magda, que é diretora na escola em que Mathias estuda, a família está em quarentena desde o primeiro decreto em março. Além da mudança da rotina em circunstância das medidas pela saúde, o menino acabou sendo inspirado pela tia Marjana, farmacêutica do hospital São José, que entregou o envelope de Mathias à instituição. A tia, no momento, está residindo com a família de Magda, para segurança dos pais que são idosos.
A família não esperava a repercussão e também ficou surpresa com a primeira doação do filho, que é muito tímido, porém, atento e preocupado. Mathias adora matemática, leitura e esportes. Ajudou porque quer o hospital bem estruturado, caso precisar de atendimento. O dinheiro será utilizado pela instituição para adquirir equipamentos de proteção aos profissionais da saúde.

Mobilização Pró-UTI

O presidente da Comissão Pró-UTI, Joner Frederico Kern destaca a boa adesão de empresários e profissionais de diferentes segmentos que vão ajudar na elaboração do projeto, mão de obra e doação de materiais de construção, em todas os níveis, desde a fundação, ferragens, prontilajes e acabamento. O grupo já tem à disposição um engenheiro e arquiteto especialista em UTIs. Kern apenas aguarda o “Ok”, da mantenedora, que é a Sociedade Sulina das Irmãs da Divina Providência, para avançar na obra orçada em R$ 1,5 milhão, que está planejada desde o início da década.
A obra prevê ampliação do segundo pavimento do hospital com cerca de 320 metros quadrados para instalação de dez leitos de UTI. Até o momento, R$ 600 mil já foram repassados pela Administração Municipal (recursos não investidos em eventos cancelados devido à pandemia) e Câmara de Vereadores. Uma campanha de doação é realizada para arrecadar o restante. “Queremos que as pessoas tenham o gosto, a vontade e a esperança de ajudar com o coração. Todo o dinheiro recebido e os gastos com investimentos serão apresentados de forma muito transparente numa página virtual. Lembrando que a comissão gerencia unicamente a construção da UTI”, declara.
Para doações: Banco do Brasil, Agência: 8326-7, Conta: 151-1, CNPJ: 87297271 0001-39.

Por daiane