Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 09 de Julho de 2020

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Coronavírus

Saúde e Vigilância Sanitária no enfrentamento ao coronavírus

, 30 de abril de 2020 às 9h15

A Secretaria da Saúde de Arroio do Meio vem atuando em sistema de plantão 24 horas no enfrentamento ao coronavírus, através dos telefones do Telessaúde e Disque Denúncia. O secretário da Saúde, Gustavo Zanotelli, reforça a importância da conscientização e colaboração da comunidade neste momento difícil. “O desrespeito da população em relação às medidas recomendadas pelos órgãos de saúde, infelizmente, terá como consequência as restrições às atividades econômicas, afetando todas as famílias do município”, alerta. “Todos nós somos responsáveis pela saúde coletiva diante dessa pandemia”, salienta.

De acordo com os decretos municipais e seguindo as orientações dos órgãos de saúde referentes à prevenção e enfrentamento ao coronavírus, é obrigatório o uso de máscaras em todos os espaços de uso comum – vias públicas, transporte coletivo, comércio, agências bancárias – desde o último dia 22. Da mesma forma, medidas de higienização e isolamento, dentro das possibilidades de cada realidade, são recomendadas pelos órgãos de saúde para evitar a propagação do vírus. Dentro dessa realidade, as equipes de Saúde e Vigilância Sanitária estão atuando. Zanotelli explica que a primeira medida da equipe, diante denúncias, é se deslocar até o local para constatar as irregularidades e orientar. Na recorrência, ocorre a advertência com abertura de processo administrativo, podendo avançar para o fechamento do estabelecimento.

Nos locais públicos, conhecidos pelas aglomerações, a fiscalização estará atuando com apoio da Brigada Militar. Zanotelli lembra que não é momento de lazer, mas sim de cuidados com a saúde e conscientização em prol do coletivo. “É muito importante o apoio da comunidade neste momento. Todos precisamos fazer a nossa parte no controle dessa pandemia. De nada adianta os fiscais serem ativos, fiscalizar, dispersar as aglomerações e a comunidade desrespeitar isso”, alerta. “É momento de conscientização e conduta responsável para o bem da coletividade”, salienta Zanotelli.

Por Alan Dick