Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 07 de Agosto de 2020

O Alto Taquari - Cotidiano

Jornal da Semana
Cotidiano

Comunidade de olho no céu

, 7 de fevereiro de 2020 às 14h10

Adultos e crianças admiraram os astros, puderam ver com clareza as crateras da Lua e aprender mais sobre estrelas, constelações e planetas, na noite da quarta-feira, dia 5. As integrantes do projeto Ciências para Meninas da Escola Estadual de Ensino Médio Guararapes promoveram a atividade, na praça do Loteamento Nascer do Sol, no bairro São Caetano, Arroio do Meio. O sucesso foi tanto, que o grupo agora estuda realizar outras edições, contemplando outros bairros do município.

Para a observação, as integrantes do Ciências para Meninas utilizaram o novo telescópio refletor de 104 mm, recebido por meio do projeto, em parceria com a Univates. Também esteve representado o Clube de Astronomia Amadora de Lajeado e Vale do Taquari. O integrante, Marcos Lorensini levou um telescópio newtoniano de 300mm de diâmetro, montado por ele.

Animado e citando os nomes de todos os planetas do sistema solar e constelações, o pequeno Francisco, de cinco anos, aproveitou muito a experiência. Ele observou estrelas e a Lua em ambos equipamentos, fez questionamentos e encantou aos presentes com tanto conhecimento no assunto. O pequeno conta que aprende sobre astronomia por meio de vídeos, que achou a Lua muito bonita com suas grandes crateras e que ainda pretende observar constelações e o planeta Vênus. Os pais, Marjurie e Vanderlei Graeff, contam que o filho adora aprender coisas novas. Eles souberam do evento através do jornal e elogiaram sua realização.

Para o aposentado Ricardo Führ, a noite de observação foi uma iniciativa que deve ser repetida mais vezes. Ele se diz apaixonado por astronomia e acompanha vários canais no YouTube aprendendo sobre os astros. “Nunca tinha tido a oportunidade de observar em um telescópio. Achei sensacional este evento”, declara, completando que aproveitou também para saber mais detalhes do assunto, debatendo com os presentes.

O entardecer da quarta-feira, com nuvens e até algumas trovoadas, deixou as realizadoras um pouco apreensivas, mas o céu limpou garantindo o sucesso da atividade. “Comparando às outras que realizamos, hoje rendeu um grande número de participantes. Foi muito bom”, comenta Maiara Gräff, uma das alunas integrantes do Ciências para Meninas. Ela salienta que a participação de pessoas mais experientes elogiando o projeto que a escola participa é um retorno muito positivo. A professora de Física, Matemática e Química da escola, Cristine Brauwers observa que esta edição do Astronomia para a Comunidade deverá ser a primeira de muitas, pois a ideia principal é difundir conhecimento. “A experiência aberta ao público foi muito legal e vai ao encontro da proposta da escola, aproximando-a com a comunidade”.

Francisco estava muito animado junto dos pais Marjurie e Vanderlei

Por Alan Dick