Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 05 de Abril de 2020

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Agrovale

Ministra Tereza Cristina visita condomínio robotizado e elogia arranjo produtivo da Dália Alimentos

, 20 de dezembro de 2019 às 10h40

Ela sugeriu pauta em Brasília com os presidentes da cooperativa e disse que pretende seguir o modelo inovador para o agronegócio no país

O convite foi feito. A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Tereza Cristina quer que a Cooperativa Dália Alimentos sirva de modelo para inspirar demais projetos no país para a produção associativa. Para isso, ela convidou o presidente do Conselho de Administração, Gilberto Antônio Piccinini e o presidente Executivo, Carlos Alberto de Figueiredo Freitas, para irem até a capital federal apresentarem como a Dália estruturou e chegou a este projeto.

Na sexta-feira, dia 13, Tereza Cristina visitou um dos quatro condomínios com ordenha robotizada da Dália Alimentos e elogiou o arranjo produtivo adotado pela cooperativa. Acompanhada do deputado federal Alceu Moreira, do presidente da OCB, Márcio Lopes de Freitas e demais autoridades e lideranças políticas de Brasília, do Estado e da região, ela conheceu o sistema de produção leiteira que utiliza robôs para a realização da ordenha.

Piccinini acompanhou a visita e o supervisor do Setor Gado Leiteiro da Dália Alimentos, Fernando Oliveira de Araujo, explicou o funcionamento do Condomínio Robotizado União do Vale, localizado no interior da cidade de Arroio do Meio. A granja começou a operar em setembro de 2017 e conta com 154 vacas alojadas, sendo 140 em lactação, com produção média de 35,5 litros/leite/vaca/dia e produção de 4,9 mil litros diários.

Atenta a cada detalhe e ao processo de trabalho na granja, ela elogiou a Dália Alimentos pela iniciativa e pelo modelo de arranjo produtivo. “Sabe o que me dá energia para estar no Mapa e trabalhar para o Brasil agro estar cada vez melhor e mais próspero? Ver cooperativas inovando e jovens a frente dos trabalhos no campo. Pude ver tudo isso através de condomínios com tecnologia de ponta e ordenha automatizada. Um modelo que serve de exemplo para todo o país e que ajuda a tornar o setor mais competitivo”.

O presidente do Conselho enalteceu a visita da ministra e ressaltou que o momento é histórico pela presença de Tereza Cristina e pelo seu interesse em levar o mesmo modelo para todo o país. “Ter uma ministra nos prestigiando é motivo de muito orgulho para todos nós, que fazemos parte da Cooperativa Dália Alimentos. Elogiar e querer seguir o nosso exemplo só nos dá garantias de que estamos seguindo o caminho certo”, disse Piccinini.

Após a visita ao condomínio, a ministra e sua comitiva de Brasília participaram de um almoço no Espaço Dália de Gastronomia, na Matriz da cooperativa, em Encantado, do qual também participou o governador do RS, Eduardo Leite. À tarde, todos prestigiaram a inauguração do Complexo Avícola da Dália Alimentos, em Arroio do Meio.

Saiba mais

A Cooperativa Dália Alimentos possui quatro condomínios com ordenha robotizada. O primeiro a ser inaugurado foi o Condomínio Dei Produtore de Latte Brescia, em Nova Bréscia, no ano de 2015, com produção diária de 5,9 mil litros de leite, média de 38 litros/leite/vaca/dia, sendo 156 animais em lactação de um total 164. O Condomínio Florença, localizado em Roca Sales, está produzindo cerca de cinco mil litros por dia, com média de 34 litros/leite/vaca/dia, sendo um rebanho total de 158 animais e 148 vacas em lactação. O Condomínio Botucaraí, em Candelária, conta com 125 vacas alojadas, destas, 108 em lactação com média de produção de 44 litros/leite/vaca/dia e total de 4,7 mil litros de leite produzidos diariamente.

A cooperativa investiu cerca de R$ 6 milhões em cada granja dotada de tecnologia de ponta, cujo valor foi financiado pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), ligada ao Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT).

A concepção do projeto consiste em juntar pequenos produtores num modelo associativo de produção leiteira, tornando-se único e pioneiro na América Latina. Os condomínios dispõem de alta tecnologia empregada, contando com três robôs da marca DeLaval VMS na realização do trabalho diário de ordenha das vacas.

Por Alan Dick