Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 27 de Novembro de 2020

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Municípios

Em 24 anos, Dália Alimentos investe R$ 305 milhões em Arroio do Meio

, 6 de dezembro de 2019 às 10h54

Prestes a inaugurar um Complexo Avícola em Palmas, Arroio do Meio, a Cooperativa Dália Alimentos possui duas unidades de lácteos – no bairro Aimoré e em Palmas –, um supermercado – na ERS-130, bairro Dom Pedro II e uma granja leiteira robotizada no Passo do Corvo.

Em 24 anos a parceria público-privada no município de Arroio do Meio rendeu R$ 304 milhões em investimentos. Toda essa trajetória de êxito, com números relativos a investimentos, faturamento, retorno de ICMS e ganhos para a comunidade arroio-meense, plano de metas 2020/2030 e desafios para modernizar a gestão, foram apresentados na noite de quarta-feira, dia 27, na sede da Associação Comercial, Industrial e Serviços de Arroio do Meio (Acisam). O público de cerca de 200 pessoas ligadas ao meio empresarial, político e social, além de gerentes de divisões e funcionários da Dália Alimentos que atuam nas unidades e lojas de Arroio do Meio, delegados, conselheiros e transportadores, puderam acompanhar a palestra do presidente do Conselho de Administração da Dália Alimentos, Gilberto Antônio Piccinini e do presidente Executivo, Carlos Alberto de Figueiredo Freitas.

O presidente da Acisam, Adailton Cezar Cé observou que a Dália foi uma grande conquista para Arroio do Meio e compõe um patamar industrial excelente, uma exceção entre as empresas, principalmente pelo fato de ser uma cooperativa com os mais variados segmentos. “Ter a Dália Alimentos conosco, fazendo parte de nossa economia, é uma honra, afinal, trata-se de uma empresa que gera credibilidade, emprego, renda e diversidade à cadeia produtiva empresarial”, elogiou.

O prefeito Klaus Werner Schnack valorizou a classe empresarial e disse que cada empresa tem um jeito e uma maneira colaborar e cooperar muito com município, e avaliou que o reconhecimento do Prêmio Gestor recebido pela Administração Municipal, pelo Programa Nossa Cidade Meu lar, é reflexo da dedicação coletiva dos munícipes. Reconheceu que a vinda da Dália foi importante para o conforto e bem-estar das famílias que retribuíram os investimentos da cooperativa com muito apoio e trabalho.

Piccinini parabenizou o município pelos 85 anos de emancipação e destacou a parte institucional da cooperativa, enfatizando o número de associados existentes no município, que totaliza 109 produtores de leite, suínos e grãos. “Hoje somos uma das cooperativas mais inovadoras do Brasil, conforme credita a própria Organização das Cooperativas do Brasil (OCB). Fomos uma das pioneiras em buscar este sistema de parceria público-privada no exterior e trouxemos para o Brasil para a execução dos negócios de forma associativa, os quais geram rentabilidade e desenvolvimento à cooperativa e também aos municípios parceiros. Acreditamos que estamos no caminho sensato e que este é o Brasil que dá certo”, explicou.

Freitas destacou o primeiro investimento realizado pela Dália Alimentos em Arroio do Meio, a Unidade de Lácteos do Bairro Aimoré, em 1995, durante a gestão do então prefeito Paulo Steiner. Depois, em 2012, durante as administrações de Danilo Bruxel e Sidnei Eckert um dos maiores investimentos da cooperativa, o Complexo Lácteo de Palmas, em seguida o Dália Supermercados, que entrou em operação em 2014, a Granja Robotizada de Gado Leiteiro, inaugurada em 2016 e, por fim, falou do frigorífico de aves, das fábricas de farinhas e da fábrica de rações que serão inauguradas na gestão do prefeito Klaus Werner Schnack no próximo dia 13 de dezembro, na localidade de Palmas, totalizando o investimento de R$ 96 milhões.

Na totalidade, a Dália Alimentos, desde a sua trajetória no município, que teve início há 24 anos, investiu aproximadamente R$ 305 milhões – valor hoje corrigido. A projeção de incremento do valor adicionado para 2019 está em aproximadamente R$ 65 milhões, enquanto a perspectiva para 2020 é de R$ 101 milhões. Ambos, resultarão, respectivamente, na projeção anual de incremento do retorno de ICMS de mais de R$ 1 milhão (base 2019 e retorno para 2021) e projeção anual de incremento do retorno de ICMS (base 2020 e retorno em 2022) de R$ 1,7 milhão. “As parcerias público-privadas só são possíveis quando os setores privados apresentam aos poderes Executivo e Legislativo projetos bons e viáveis e quando estes municípios possuem lideranças empreendedoras e com ampla visão de desenvolvimento”.

Os presidentes da Dália ainda observaram que apesar das mudanças de governos, em nenhum momento os investimentos ficaram comprometidos. E os gestores reconheceram que esse comprometimento com o programa de incentivos foi fundamental para atrair outras indústrias diversificando a economia do município, e o colocando num patamar diferenciado em âmbito regional e estadual.

Por Alan Dick

Dados foram apresentados pelo presidente Executivo, Carlos Alberto de Figueiredo Freitas e pelo presidente do Conselho de Administração da Dália Alimentos, Gilberto Antônio Piccinini