Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 29 de Fevereiro de 2020

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Vitrine de Natal

Boas festas sem cometer exageros

, 13 de dezembro de 2019 às 10h48

O clima festivo de Natal, e também de Ano Novo, é sempre lembrado pelos excessos nas ceias. Fica difícil resistir aos alimentos calóricos e gordurosos, e aos brindes regados a bebidas alcoólicas e não passar dos limites. A consequência sempre vem com aumento de peso, inchaço, má digestão, azia, sensação de estufamento e a temida ressaca.

“Ninguém precisa deixar de comemorar com prazer essas datas tão importantes. Dá para preparar uma ceia, saudável, equilibrada e deliciosa”, comenta a nutricionista Rosana Perim, gerente de nutrição do HCor. Para tentar amenizar estes efeitos é preciso dosar, ou seja, controlar o consumo de alimentos industrializados ricos em sódio, açúcar e gorduras, que aumentam a retenção de líquidos e dificultam a digestão, e inserir na ceia frutas, verduras, carnes magras, grãos, carboidratos integrais e muita hidratação.

As melhores opções que têm a cara do Natal são o peru (pode ser substituído por frango) e o tender. Já o pernil pode fazer parte desse cardápio, mas sem exageros. As oleaginosas (castanhas, nozes, amêndoas), que são características dessa época do ano, também são ótimas fontes de gorduras boas, vitaminas e minerais. A farofa é mais uma das preparações que pode ser um acompanhamento saudável para a ceia, mas evite prepará-la com bacon, linguiça, ovos e presunto.

Para a sobremesa, as frutas frescas (melão, melancia, uva, pêssego, figo, cereja e ameixa) sempre são as melhores opções por terem poucas calorias e fornecerem diversos nutrientes para o nosso corpo.

“O consumo exagerado de bebidas alcoólicas pode contribuir com o aumento do peso, principalmente as destiladas que são mais calóricas, portanto lembre-se: moderação é a palavra chave. Como estamos na estação mais quente do ano, é importante tomar líquidos, principalmente água. Uma dica são as águas aromatizadas com pedaços de frutas ou ervas. São menos calóricas e boa opção para refrescar os dias e noites quentes”, orienta a nutricionista.

Por Alan Dick