Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 04 de Agosto de 2020

O Alto Taquari - Cotidiano

Jornal da Semana
Saúde

Doenças que afetam a saúde masculina

, 22 de novembro de 2019 às 15h48

Quais as doenças que mais acometem os homens?

O médico urologista trata os homens desde a infância até a senilidade. Poderíamos elencar por faixa etária: Doenças como fimose, transtornos miccionais infantis e infecções urinárias são as mais prevalentes na faixa pediátrica e juvenil; iniciando a vida sexual, observamos os transtornos relacionados à sexualidade como doenças sexualmente transmissíveis e ejaculação precoce. Na vida adulta observa-se doenças como cálculos renais, infecções urinárias, postites (inflamações na glande do pênis), varizes nos testículos, hérnias, hidroceles e infertilidade. Destacamos que, na faixa etária dos 30 a 45 anos, já encontramos a ocorrência de casos de câncer de testículo e, por isso, preconizamos o auto-exame deste, quanto há presença de crescimento indolor e endurecimento. Após os 40 – 50 anos, começamos a verificar doenças relacionadas à próstata, como o seu aumento benigno levando a sintomas de dificuldade de urinar ou o câncer de próstata, que acomete um em cada seis homens saudáveis. Outras doenças como câncer de rim e bexiga também iniciam nesta faixa etária.

Com Quais sintomas os homens devem ficar alertas?

Os sinais de alerta são dores fortes para urinar, jato fraco, sangue na urina ou na região das costas. Saliento que não devemos esperar ter sintomas para procurar aconselhamento médico. Depressão e desinteresse sexual, por exemplo, podem estar associados à baixa da testosterona, que é um sinal da doença androgênica do envelhecimento masculino. Esta é facilmente tratada e revertida quando diagnóstico precoce.

O que o senhor recomenda para manter a saúde masculina em dia?

Para prevenção de doenças, urológicas ou não, as dicas são sempre as mesmas: hábitos de vida saudáveis começam com uma alimentação equilibrada, com ingestão abundante de líquidos e atividade física regular. Além disso, destaco a importância de evitar o tabagismo, o qual está ligado a muitas enfermidades.

Gustavo Fiedler – Urologista

Por Alan Dick