Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 22 de Novembro de 2019

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Geral

Carreta atinge residência no bairro Aimoré

, 1 de novembro de 2019 às 11h15

Por volta das 9h50min de terça-feira, dia 29, uma carreta carregada com leite UHT, atingiu uma residência no bairro Aimoré em Arroio do Meio, situada na esquina das ruas Helmuth Kuhn e Rio de Janeiro, imediações da sede da Associação de Moradores. O motorista de 44 anos de idade, morador de Lajeado, seguia no sentido ERS-130/rua Presidente Vargas e, conforme rastros na vegetação das calçadas, já havia perdido o controle do veículo, cerca de 30 metros antes da colisão, na esquina com a rua Rio de Janeiro. Ele declarou que está familiarizado com o percurso que faz oito vezes por dia durante toda a semana, e não sabe o que pode ter ocorrido. “Quando vi já era tarde. Era terceira vez hoje que passava pelo local”, explicou.

Havia três pessoas no imóvel: a avó Marlise Ribeiro e os netos Enzo de três anos e Nicolas de cinco meses. Marlise conta que costuma buscar os netos todas as manhãs, na casa de sua filha, que fica nas proximidades. E, em decorrência da possibilidade de chuva, acelerou o passo. “Enzo estava na sala com os brinquedos e assistindo TV. E Nicolas estava dormindo no bercinho na cozinha, senão também estaria na sala. Eu estava na horta. Percebi o caminhão se aproximando, arrancando galhos e encostando na fiação. Só deu tempo de gritar para o Enzo correr e deixar o chinelo na sala. Ele foi muito ágil. Sofreu alguns arranhões nas costas e na face. Passou por tomografia, mas está tudo bem”, contou.

A carreta atingiu a sala, um quarto e a área do imóvel. A família teve o apoio imediato da Defesa Civil que colocou uma lona para evitar que móveis fossem atingidos pela chuva, e também fez uma avaliação inicial de risco de desabamento. Devido ao vento a lona acabou precisando ser substituída no meio da semana. A instabilidade climática também atrapalhou a retirada de entulhos, e consequentemente, o acesso aos cômodos. A família continua no imóvel e espera ser ressarcida pelo estrago, conforme foi combinado.

Por Alan Dick