Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 08 de Dezembro de 2019

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Geral

Uso, manejo e conservação do solo é a demanda mais votada na Consulta Popular

, 13 de setembro de 2019 às 11h36

Após três dias de votação – 4, 5 e 6 – da Consulta Popular, o Vale do Taquari registrou a participação de 16.413 eleitores, 6,6% dos possíveis votantes da região. O projeto mais votado e, consequentemente, aprovado nesta edição da Consulta Popular foi o do programa de uso, manejo e conservação do solo e da água na região (o de número 1 na cédula de votação).
Como o projeto previa o rateio dos R$ 628.571,43 oriundo do Governo do Estado em 2020 entre os 13 municípios que, proporcionalmente, mais votassem, serão beneficiados Santa Clara do Sul, Anta Gorda, Tabaí, Fazenda Vilanova, Arvorezinha, Capitão, Marques de Souza, Coqueiro Baixo, Progresso, Canudos do Vale, Nova Bréscia, Vespasiano Corrêa e Pouso Novo. Cada uma destas gestões receberá R$ 48.351,65 no orçamento de 2020 para investimentos no programa de uso, manejo e conservação do solo e da água.

Em Arroio do Meio foram 392 votantes, 2,52% do total de eleitores. Em Travesseiro 19 pessoas votaram, totalizando 1,22% do eleitorado. Já Lajeado, o maior município do Vale do Taquari, contabilizou 536 votos, 0,89% do total de eleitores. Os municípios que compõem o Corede Vale do Taquari somam 272.147 eleitores.

Desenvolvimento regional

O enfoque da Consulta Popular 2019 é o desenvolvimento regional, valorizando projetos que ampliam o crescimento econômico, ciência e a inovação em áreas como Agricultura, Infraestrutura, Turismo entre outros.
A verba disponível para esta realização foi de R$ 20 milhões e será dividida nas 28 regiões dos Coredes. A premissa é aplicar a Consulta Popular como um meio para impulsionar o desenvolvimento regional, fortalecer a participação e comprometimento da sociedade, promover a avaliação de políticas públicas e valorizar as realidades de cada região.

Por daiane