Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 15 de Setembro de 2019

O Alto Taquari - Cotidiano

Jornal da Semana
Cotidiano

Projeto Chuva de Ideias incentiva o protagonismo jovem

, 11 de agosto de 2019 às 8h46

O futuro está nas mãos dos jovens. Incentivá-los e fazer com que se sintam inseridos e atuantes na comunidade é essencial para garantir, com o passar dos anos, adultos motivados e com grande poder transformador. Consciente disso, a administração de Arroio do Meio, em conjunto com os grêmios estudantis do município, desenvolve o projeto Chuva de Ideias.
O Chuva de Ideias é focado na inovação e no empreendedorismo dos alunos. Ele consiste em dar voz aos grêmios que podem elencar sugestões e propostas. A iniciativa surgiu junto ao Grêmio Estudantil Edson Luís, da Escola Estadual de Ensino Médio Guararapes, sendo estendida também às escolas de ensino fundamental do município e ao Colégio Bom Jesus. Conforme o prefeito Klaus Werner Schnack, que acompanha de perto o projeto, as primeiras reuniões com as agremiações já ocorreram e os jovens ficaram responsáveis por listar ideias inovadoras, que possam contribuir, de alguma forma, com o coletivo e com a cidade como um todo. “A partir disso, teremos até a metade de agosto para analisar o que os estudantes trarão”, acrescenta o prefeito. A culminância do processo deve ocorrer durante a CulturArte, em setembro.

Os estudantes viverão intensamente o processo de pensar em soluções inovadoras, projetá-las e apresentá-las à coletividade. “Procuramos deixar o tema inovação realmente a cargo dos adolescentes e, a administração, neste primeiro momento, auxiliará no que for necessário”, explica Schnack, acrescentando que o Município participará com o fomento para valorizar e organizar as sugestões apresentadas.
Juventude atuante

O prefeito garante que a juventude em Arroio do Meio é bastante ativa e deve ser reconhecida e compreendida. “Nossos jovens estão sempre, e intensamente, a par de todos os temas. Muitas vezes isso não é tão percebido num modo geral, porque a sistemática é outra. Prova disso é o projeto Chuva de Ideias. É uma oportunidade de cada um expor as suas ideias da sua maneira. A juventude, hoje em dia, é ativamente incluída em todos os trâmites, mas muitas vezes a sociedade tradicional não percebe isso”, relata.

Para Schnack, os grêmios estudantis têm fundamental importância e funcionam como uma sociedade formada entre os próprios alunos, dentro do seu educandário. É um espaço onde eles debatem e reivindicam os assuntos de seus interesses e o que eles decidem ali, também traz benefícios para a cidade como um todo. “Exemplo disso é o grêmio estudantil da Guararapes, responsável pelas melhorias que o município está fazendo, aprovadas pela Câmara de Vereadores”, lembra. Entre as obras que o prefeito se refere, estão a modificação da parada de ônibus do colégio, os reparos nas calçadas e melhorias nos acessos. Tudo a partir de ideias dos estudantes. “Em todas as questões que foram tratadas pelo colégio, pelo Município e pelo Governo do Estado, o grêmio esteve ativamente incluso. Dentro da nossa gestão, acredito que eles estejam sempre atentos. Trabalham de forma discreta, mas com resultados efetivos”, completa Schnack. Nas escolas municipais estas iniciativas também existem, com projetos que servem como um laboratório para alunos e para a própria sociedade.

Para o prefeito, os jovens representam a renovação, principalmente na forma de pensar o progresso de modo geral. Isto mostra o quanto é necessário incluí-los em projetos e ouvi-los. “É dialogar, como administração municipal, com a geração que vai viver a inovação. Essa geração fará e viverá diretamente esta transformação”, conclui Schnack, que não descarta a ampliação destes diálogos com alunos de níveis técnico e superior, ampliando ainda mais a abrangência do projeto.

A voz dos jovens dentro e fora da escola

O grêmio estudantil é o órgão máximo de representação dos estudantes da escola. Atuando nele, os jovens defendem seus direitos e interesses e aprendem sobre cidadania na prática. Atualmente, em Arroio do Meio, existem agremiações ativas em sete escolas municipais e uma estadual. São elas: Escola Municipal de Ensino Fundamental Barra do Forqueta, Bela Vista, João Beda Körbes, Princesa Isabel, Professor Arlindo Back e São Caetano e, Escola Estadual de Ensino Médio Guararapes.
Conforme a supervisora escolar da secretaria municipal de Educação, Carolina Kronbauer Ely, cada escola tem a sua organização para a agremiação. Em algumas, são professores que coordenam e orientam os estudantes e, em outras, são membros da direção. Os regimentos internos também são distintos. “Cada escola tem a sua organização e os grêmios são como uma preparação dos jovens para a formação de futuras lideranças”, explica.

Grêmio Estudantil Edson Luís

A Escola Estadual de Ensino Médio Guararapes empossou recentemente a nova presidência do Grêmio Estudantil Edson Luís. O presidente eleito, Erick Müller, do 1º B, traz a experiência de integrar um grêmio desde o Ensino Fundamental. Apesar de ver algumas diferenças no que se refere àsresponsabilidades, ele relata que, em ambas as etapas de educação, o grêmio estudantil é bastante presente e essencial para o bom funcionamento da escola e bem-estar dos alunos. “Ele entende como os alunos pensam e está sempre disposto a melhorar o ambiente escolar para todos. Vejo o grêmio como uma boa influência para os jovens, que se interessam mais em ajudar uns aos outros, como aconteceu comigo”, relata. Para Erick, a experiência adquirida com esse tipo de atividade ajuda a desenvolver nos alunos habilidades como o trabalho em equipe e a comunicação.

Antecessor de Erick na presidência do grêmio, Gustavo Henrique Friedrich, 3º B, integrou a agremiação por dois mandatos e acompanhou de perto a concretização de projetos que partiram das reivindicações dos estudantes. Um exemplo é a obra de modificação da parada de ônibus que fica junto à escola, na calçada da rua Visconde do Rio Branco. Friedrich lembra que os alunos chegaram a fazer um vídeo intitulado Parada Molhada, para mostrar as dificuldades que passavam em dias de chuva e também o perigo do local à noite. “Era praticamente um abrigo que não abrigava”, lembra. Por meio do grêmio, os estudantes reuniram-se com a direção e, posteriormente, com a Administração Municipal. Hoje a obra está em andamento. Outra melhoria citada por ele é a reforma na parte elétrica, que foi realizada no período das férias. Para a concretização das obras, os jovens dialogaram também com o Poder Legislativo do município e a reivindicação foi levada ao órgão estadual competente. “Vemos o grêmio como uma das entidades mais importantes da escola, que dá maior visibilidade aos alunos perante o município e até o Governo Estadual. O grêmio é quem vai estar fazendo a coisa andar”, declara salientando que a experiência contribuiu muito para o seu desenvolvimento pessoal e aprendizado.

Por daiane