Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 25 de Novembro de 2020

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Geral

Militar arroio-meense viaja em missão humanitária para a fronteira com a Venezuela

, 29 de julho de 2019 às 8h15

Militar do 9º Regimento de Cavalaria Blindado situado em São Gabriel, o cabo Gabriel Bettio Bonacina, 20 anos, natural do Centro de Arroio do Meio, integrará o Exército Brasileiro na missão de ajuda humanitária a refugiados da Venezuela. Ele viaja em 3 de agosto, com o avião da Força Aérea Brasileira (FAB). A saída ocorre em Santa Maria com escala em Brasília. Ele vai estabelecer-se em Roraima, na Região Norte do Brasil, por quatro meses.
O 9º RCB atuará na capital Boa Vista, para triagem, registro de documentação e estender ajuda aos venezuelanos mais necessitados. Segundo ele, cerca de 150 a cada mil refugiados e imigrantes que vêm da divisa de Pacaraima, chegam em condições de vulnerabilidade, sem alimentação e são encaminhados aos abrigos. Os demais estão indo para a casa de parentes no Brasil ou estão de passagem para outros países da América Latina, como Argentina, Paraguai e Uruguai. Além do Exército, a região é assistida pela Polícia Federal e por Organizações Não Governamentais (ONGs).
Bettio, que está concluindo a formação de sargento temporário, foi um dos seis militares do curso escolhidos pelos superiores para a missão, pois apresentaram melhor desempenho. Em 2017 ele já havia recebido a medalha de Praça Mais Distinta, por ética militar, testes físicos, habilidade com armamento (pistola e fuzil) e apresentação individual. A medalha é dedicada ao soldado destaque do corrente ano.
A convocação é considerada o auge na carreira do militar que entra no Exército via alistamento obrigatório, pelo fato da evolução na hierarquia e enquanto indivíduo.
A escolha do jovem pela carreira ocorreu após uma palestra de representantes das Forças Armadas na Escola Guararapes, em 2016, com a intenção de incentivar o alistamento. Na época, Gabriel estava concluindo o Ensino Médio e já possuía interesse pela área. No ano seguinte, o jovem fez questão de encarar a realidade longe da zona de conforto do lar e do Vale do Taquari em busca de independência, evolução pessoal, cooperativa e corporativa, além de uma valorização salarial diferenciada.
Além da experiência militar, o sargento em formação está tendo a oportunidade de conhecer outras regiões – o Pampa e a Campanha Gaúcha, e a Selva Amazônica – bem como suas culturas e costumes. Se diz honrado por prestar ajuda humanitária aos venezuelanos e atuar na retaguarda da soberania nacional.
Gabriel é filho de Clenio e Teresinha Bonacina, e irmão de Gabriela e Rafaela.

Por daiane