Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 27 de Maio de 2019

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Carta Branca

Respostas e perguntas

10 de maio de 2019 às 6h30

Li na parede do boteco uma frase impressa num cartaz. De cara, achei interessante que se dessem ao trabalho de botar ali dizeres da melhor filosofia… E logo num lugar em que as comprinhas são ligeiras, onde se bebe um trago no final do dia. A frase era de Confúcio, o chinês que viveu séculos antes de Cristo. Dizia assim:

Se você acha

Que sabe todas as respostas,

É por que não fez todas as perguntas.

§§§

Fiquei pensando. Que ideia poderia ser mais oportuna para os dias que correm? A facilidade de gritar nas redes sociais, por um lado e o aumento da vontade de exercer controles, de outro, tem contribuído para nos convencermos de que sabemos tudo. Nem é preciso ouvir o que os outros têm para dizer. Que esperança! Menos ainda, colocar na mesa as divergências, para comparar pontos de vista e, talvez, mudar o jeito de entender as coisas. Ou acrescentar um ponto novo ao regulamento que seguimos.

Nos dias que correm, a vontade de mandar, de ter a primeira e a última palavra, é o que mais conta. Cada um quer ser o dono da bola. Cada um quer dizer quem joga, como joga, quanto e quando joga. Cada um quer manter a prerrogativa de levar a bola para casa na hora em que decide não brincar mais. Está difícil produzir entendimentos…

§§§

É o que se observa no cenário da vida política. Aqui e pelo mundo afora. Os grupos podem ser diferentes, mas têm em comum o pacote das certezas pétreas. Cada grupo, vive mergulhado nas suas próprias convicções, pouco olhando para o lado. Cada grupo conhece – ou pensa que conhece – todas as respostas. Ah! Mas se tivesse condições de modificar as perguntas que são feitas!

A sabedoria de Confúcio atravessa os séculos, sugerindo que a verdade pode ser mais longa e mais complexa do que esta que se enxerga diante do nariz.

§§§

Ter muitas certezas pode ser antes um problema, do que uma solução. A ciência e o mundo só avançam porque alguém acha insuficiente isto que aí está. Nunca que a roda teria sido inventada, se andar a pé parecesse o máximo.

§§§

Faria bem diminuir o número de vezes em que largamos na conversa um “tenho certeza”. Sim, claro que nós gostaríamos de ter certeza sobre tudo. Acontece que a vida não se submete ao nosso gosto. A vida nos desmente a toda a hora. E nem precisava ser uma frase de Confúcio a nos lembrar do fato. Como se diz por aí: a coisa mais óbvia pode ser a mais difícil de enxergar.

Por daiane