Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 20 de Junho de 2019

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Política

PP faz convenção no sábado, de olho nas próximas eleições

, 17 de maio de 2019 às 11h18

O Progressistas (PP) de Arroio do Meio terá convenção neste sábado, dia 18, entre 8h e 11h30min, na Câmara de Vereadores. Na oportunidade, será eleito o Diretório Municipal da sigla. O atual presidente José Elton Lorscheiter, o Pantera, deixará o cargo para se dedicar às eleições de 2020.

O nome sugerido pela chapa situacionista, e possivelmente única, para presidir o partido é o de Milton Reckziegel, que durante 30 anos atuou no setor calçadista e hoje administra obras de construção civil. Ainda compõem a chapa os vice-presidentes, Danilo José Bruxel e Pantera, o tesoureiro Valdecir Crescêncio e o secretário Alécio Weizenmann. O nome da vereadora suplente Juliana Gasparotto é cotado para continuar na presidência da Mulher Progressista.

O futuro presidente, Milton está filiado ao partido há mais de 25 anos e, há 12 anos integra o diretório, tendo papel importante ao assumir a presidência interina durante as eleições municipais de 2016. “A campanha nos deu uma experiência de envolvimento intensivo em torno dos fatos e ações organizacionais em uma eleição que só acabaram no fechamento das urnas”, dimensiona.

Durante a convenção os 900 filiados do PP poderão indicar nomes para concorrer majoritária em 2020. A pesquisa interna é tida como uma oportunidade de manifestação democrática e termômetro para a campanha eleitoral que começará a ser trabalhada a partir de outubro deste ano.

Em junho ocorre a definição da pré-nominata`, que irá concorrer ao poder Legislativo. O fim das coligações nas proporcionais, traz o desafio do partido em encontrar, pelo menos cinco mulheres dispostas a concorrer, tendo a proporção mínima de 30%. “Percebemos maior resistências de mulheres e jovens em se envolver na política em Arroio do Meio, em comparação com outros municípios. Mas esta parcela da sociedade precisa entender que não basta ser participativo apenas no mercado de trabalho, voluntariado e ações não governamentais, pois as principais decisões ocorrem no campo político. Entretanto, ter envolvimento político e ser candidato são coisas completamente distintas. Quando a pessoa escolhe representar a sociedade, a vida dela passa a ser um livro aberto. É preciso conviver com críticas e frustrações. Há derrotas que servem de oportunidades para evoluir”, enaltecem.

Um dos principais trunfos é o alinhamento com o PDT para majoritária. O partido é visto como o terceiro mais expressivo do município em número de filiados e menos desgastado que o PT, e importante na bancada da oposição. Também vale destacar a continuidade de apoio do PRB e diálogos com outros partidos menores e inclusive governistas. “Estamos na fase de somar forças para, posteriormente, avaliar direcionamentos específicos. Inicialmente vamos ouvir o partido e as demandas dos filiados e do diretório, formar um grupo de trabalho e chegar em todos os cantos e segmentos do município. Não estamos rachados. Nos consideramos um grupo coeso e focado. Conseguimos agregar nomes fortes. Nossos aliados serão fundamentais para diversificar o potencial de atuação. Entretanto, assim como em âmbito nacional e estadual, o povo quer dar oportunidades a representantes que têm propostas diferentes, sem desmerecer contribuições importantes ao longo dos tempos para o desenvolvimento do município. O povo não quer mais saber de rancor, ranço, brigas e ofensas, muito menos a velha política de troca de favores. Ele quer integrar a política e sabe discernir direitos dos deveres, sem que haja favorecimento eleitoral”, dimensionam.

Particularmente, questionam o fato de ocupantes de cargos municipais, especialmente concursados, concorrerem a cargos políticos, por abrir brechas para atuarem em causa própria e não pública, mesmo que indiretamente. Observam a baixa capacidade de o município realizar obras com recursos próprios, em comparação com realizações com emendas de Brasília. E criticam deputados federais e estaduais que desdenham a própria representatividade popular ao não abrirem mão da previdência especial para parlamentares.

Por fim, afirmam que o Progressistas é um dos poucos partidos com diretório que possui as contas rigorosamente em dia e revelam que em meio às siglas menores há muitas com comissões provisórias, que podem não estar regularizadas para as próximas eleições gerando alterações em pretensões e disponibilidade de nomes interessantes, tendo em vista que o último dia para filiação é 31 de março de 2020.

Para o evento deste sábado, existe a possibilidade de presença de deputados e assessores parlamentares.

Por daiane