Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 27 de Maio de 2019

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Economia

Procura por peixes se multiplica na Semana Santa

, 5 de abril de 2019 às 11h39

Embora os nutricionistas recomendem o consumo da carne de peixe em, pelo menos, três refeições semanais, na prática, a procura é baixa durante o ano na Região. A exceção fica por conta da Semana Santa, quando a sociedade como um todo, se programa para apreciar a iguaria.

Para atender parte desta demanda, além da venda direta feita pelos próprios pescadores, peixarias e piscicultores, o comércio se prepara com antecedência para garantir uma tradição milenar dos cristãos.

Algumas pessoas gostam de peixes inteiros para assar na grelha, outros em postas para fazer no forno, ensopados ou conservas, e há aqueles que o desfiam para preparo de pastéis, lasanhas e bolinhos.

De acordo com a gerência dos principais supermercados de Arroio do Meio e Marques de Souza, nos estabelecimentos, a preferência dos consumidores é pelo filé, que pode ser frito, assado ou grelhado, e tem a vantagem de não possuir espinhos. Em muitos locais são instalados freezers extras com promoções que ofertam desde as espécies mais populares como a tilápia, panga, merluza e cascudinho, até opções mais conceituadas como o anjo, cação e salmão. Os valores de partida se equiparam aos cortes de carne de primeira de rês, a partir de R$ 16, dependendo do estabelecimento.

Outro destaque são os acompanhamentos, como crustáceos, temperos e molhos que acentuam o sabor da carne de peixe, e vinhos e cervejas especiais para harmonização. Além dos peixes, também há procura por chocolates, carne de churrasco e tortas, entre outros produtos, apreciados nas confraternizações de Páscoa.

Por daiane