Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 13 de Outubro de 2019

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Saúde

Programa em Residência Médica em Psiquiatria forma segunda turma

, 22 de fevereiro de 2019 às 9h20

Se formou na segunda-feira, dia 18, a segunda turma do Programa de Residência Médica em Psiquiatria da Rede de Saúde Divina Providência pelo Hospital São José (HSJ) de Arroio do Meio. A cerimônia contou com a presença do diretor da rede Divina Providência, José Clóvis Soares, irmãs, gerentes, médicos preceptores, diretores clínicos, técnicos e administrativos, coordenadores, colaboradores, colegas, representantes das secretarias de Saúde de Arroio do Meio, Travesseiro e Capitão, amigos e familiares dos formandos.

O coordenador do Programa de Residência Médica em Psiquiatria da Sociedade Sulina Divina Providência, com sede no Hospital São José de Arroio do Meio, Rafael Moreno, parabenizou os estudantes lembrando das dificuldades enfrentadas, o que faz parte do aprendizado. Falou sobre o programa do Hospital São José que iniciou em 2015 e hoje é referência para a Região e para o Estado. “Vocês fazem parte deste crescimento, o que os faz profissionais maduros e preparados para enfrentar o mercado de trabalho”, salienta e completa “Somos referência na Região, no Estado e até em âmbito nacional. Não perdemos para nenhuma instituição do Rio Grande do Sul”, finaliza.

Os formandos

Os plantões clínicos já fazem parte da rotina do médico Cauê Attab, 30 anos, que, como pessoa jurídica, faz plantões clínicos no Hospital Estrela e no Hospital São José, ambos pertencentes à Rede de Saúde Divina Providência. Mas foi a cultura e a qualidade de vida do Vale do Taquari que o motivaram a se estabelecer aqui, diferente da cidade natal, Presidente Prudente, em São Paulo, com 300 mil habitantes. “O novo estilo de vida e a cultura me marcaram e por isso, decidi morar aqui”, afirma.

Já a médica Aline Vogg, natural de Cachoeira do Sul, se estabelecerá em Pato Branco, Paraná, onde mora o marido. Conta que foi muito bem acolhida em Arroio do Meio, o que a encorajou a concluir a residência de três anos no Hospital São José. “Estava longe de meu marido que me deu muita força para continuar em frente. Minha família também foi fundamental neste processo. Houve momentos difíceis, mas também momentos bons e hoje estou aqui, formada”, diz Aline.

Por daiane