Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 18 de Janeiro de 2019

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Geral

Mesmo com efetivo reduzido, Brigada Militar supera os números de 2017

, 12 de janeiro de 2019 às 9h30

A Brigada Militar de Arroio do Meio divulgou nesta semana números referentes às ações da corporação no decorrer do ano passado. Ao todo foram registradas 284 ocorrências realizadas pela Brigada, contra 224 em 2017. Nesse contexto estão os encaminhamentos das partes à Delegacia de Polícia, incluindo os Termos Circunstanciados que são aqueles crimes de menor potencial ofensivo ou relevância, como posse de entorpecente. Este, com o crime de tráfico de drogas, são tidos como alimentadores de outros tipos de violações, como furto, roubo e até homicídios.

Responsável pela corporação de Arroio do Meio, o capitão Ricardo Machado da Silva cita que os delitos mais comuns no município estão relacionados a tráfico e posse de drogas, violência doméstica e lesão corporal na direção de veículo automotor. Diz ainda que a comunidade tem fundamental importância no combate à criminalidade, uma vez que grande parte das abordagens e constatação de fatos ilícitos foram realizadas por acionamento da população. “Tivemos um ano muito positivo para a Brigada Militar em Arroio do Meio. Mesmo diante dos grandes desafios de falta de efetivo e melhores condições de trabalho, superamos as adversidades e acredito que entregamos um excelente serviço para a comunidade local”, pontua o capitão.

Machado avalia como positiva a atuação da Brigada Militar do município, apontando números referentes a novembro de 2018 quando a corporação de Arroio do Meio realizou 16 Termos Circunstanciados por posse de entorpecentes. Comparou a atuação com outros municípios citando Estrela e Lajeado que registraram dez e cinco, respectivamente, e Encantado com um encaminhamento para a delegacia.

Segundo o comandante, o apoio da comunidade e outros órgãos a exemplo da Polícia Civil, Consepro, Administração Municipal e do grupo Pró-segurança, este último criado para discutir assuntos referentes à criminalidade em Arroio do Meio, são de extrema importância para o bom desempenho da corporação e consequentemente sucesso das ações. “E claro esses resultados não seriam alcançados se não tivéssemos servidores tão comprometidos. Nossa equipe é muito boa”, declara Machado.

Defasagem

A Brigada Militar possui uma defasagem em seu quadro de pessoal de cerca de 40%. Servidores em curso, férias, gestantes e afastados das atividades por problemas de saúde engrossam a defasagem. O capitão Ricardo ressalta que diferente de outras instituições, a Brigada Militar dilui seu efetivo nas 24h do dia. O presídio de Arroio do Meio também necessita de um brigadiano que realiza a guarda externa diminuindo ainda mais o efetivo. “Nossa esperança é o curso de formação de soldados que já está começando em Lajeado. Esperamos que ao se formarem alguns servidores venham para Arroio do Meio”.

Por daiane