Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 24 de Setembro de 2018

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Apartes

Conhecendo melhor nossos candidatos

14 de setembro de 2018 às 6h00

Desde a pré e depois do começo da campanha eleitoral recebemos alguns candidatos a deputado estadual e federal aqui na Redação do AT. Foram visitas espontâneas, mas todas bem-vindas, porque ou são candidatos buscando a reeleição e fazem votos aqui, ou são novos buscando uma oportunidade pela primeira vez, ou ainda repetindo o caminho das urnas.

Da nossa parte, temos destinado um espaço para que o candidato possa falar um pouco das suas propostas e seu trabalho, destacando que é importante ouvir o que eles têm a dizer, conhecer o trabalho que já desenvolveram na vida pública ou privada, projetos que apresentaram, estudaram e aprovaram ou não.

Não basta apenas criticar os políticos, dizer que não fazem nada ou dar vazão para a desesperança, sentimento comum neste tempo de crise de identidade nacional.

Aqui na Redação falamos com representantes de diferentes partidos que nos visitaram em busca de uma maior aproximação com seus eleitores através dos leitores, ou apresentação de propostas: Diego Pretto (PP), Márcia Scherer (MDB), Jerônimo Goergen ( PP), candidatos a deputado federal; entre os candidatos a deputado estadual, o candidato Sidnei Eckert, nosso vizinho de porta com quem sempre se fala pela proximidade e que tem a favor de si,, além do trabalho, já conhecido, o fator local, e mais Mareli Vogel (PP), Enio Bacci ( PDT), Marquinho Lang (PRB), Vilsinho Jacques (PTB), Sérgio Kniphoff (PT). Ao conversar com os candidatos pessoalmente se corta barreiras, se pode conhecer realmente o lado mais pessoal e humano, algo importante sobre alguém que queremos que nos represente e defenda nossas necessidades. No olho no olho é possível entender melhor o que realmente o candidato defende em termos de mudanças nas reformas estruturais e sistema, nas políticas sociais, ideias de Estado, alinhamento ou não com propostas do Executivo e assim por diante.

A impressão que temos é que ainda discutimos e debatemos pouco sobre política, conhecemos pouco quem nos representa, acompanhamos pouco as atividades e ações dos nossos candidatos. Então por mais complicado que pareça, conhecer nossos candidatos de forma mais aprofundada é importante para decidir não apenas o voto mas o futuro político do país. Há muita gente boa, mas eles serão melhores representantes quanto mais próximos estivermos deles, conversando, dialogando, pessoalmente ou por outros meios de comunicação.

Aliás, uma das propostas que temos ouvido aqui por parte dos candidatos que ouvimos, seria o voto distrital que em parte criaria mecanismos reais de maior aproximação entre eleitores e eleitos.

Crônicas para o dia a dia

José Paulo Wedig lança no próximo dia 19 de setembro, na Vitrola Livraria, o seu primeiro livro, uma seleção de crônicas e poesias que escreve desde 1984. Alguns já foram publicados neste semanário. Wedig nasceu em 4 de fevereiro de 1964 em Caxias do Sul, é graduado em Direito e pós-graduado em Sociologia Política pela Unisinos. Mora há vários anos em Lajeado e até recentemente tinha seu escritório de advocacia em Arroio do Meio. Também atua no ramo imobiliário. Mas no tempo livre gosta de desenvolver atividades sociais e culturais, como escrever. Os seus escritos traduzem reflexões e inquietudes da vida cotidiana das pessoas ou simples apontamentos sobre ações e atitudes com um olhar crítico, sem deixar de ser poético.

Por daiane