Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 11 de Dezembro de 2018

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Geral

Promotor Paulo Estevam Araújo se despede da Comarca

, 6 de julho de 2018 às 6h00

O promotor da Comarca de Arroio do Meio, Paulo Estevam Araújo, encerra neste domingo, dia 08, seu trabalho na região. Com 20 anos de carreira, durante 15 anos atuou como titular no Ministério Público local, além de ser substituto nas promotorias de Arvorezinha, Encantado, Lajeado e Estrela.

Entre os inquéritos que resultaram em maior repercussão estiveram o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) do estacionamento de caminhões no bairro Aimoré, a cassação do prefeito de Pouso Novo, Nelson Dall’Agnoll, a luta pela acessibilidade às telecomunicações no interior, envolvimento na negociação com Wallérius do Brasil em 2004 e averiguações sanitárias em estabelecimentos de consumo. “Meu maior orgulho é com o trabalho silencioso prestado nas sextas à tarde, onde realizei milhares de atendimentos de forma democrática”, pontua.

Araújo destaca também o trabalho de monitoramento da juventude e das famílias em vulnerabilidade social, que resultaram na estruturação de Conselhos Tutelares, e em parceria com assistências sociais, secretarias municipais de Saúde e Educação, cobrou ajustes comportamentais, que segundo ele colocam o município em um patamar de baixíssimo índice de criminalidade. Lembra também que foi um dos idealizadores do Abrigo de Menores e um dos patrocinadores das melhorias no presídio estadual.

O promotor reconhece o bom trabalho realizado pela BM, Polícia Civil, jurados e Fórum da Comarca. “Não saio com nenhuma frustração. Vim para ser protagonista e estou convicto de que fiz o máximo que estava ao meu alcance e, por vezes, ultrapassei minhas incumbências em defender os interesses da sociedade estendendo o MP enquanto forte instrumento para garantir a justiça social. Logrei êxito superior a 90% dos processos, inclusive nos júris. A comunidade e a história vão julgar. Talvez não fui o mais simpático. Mas levo milhares de sorrisos de quem me procurou e foi atendido”, dimensiona.

Seu substituto definitivo deve ser anunciado após abertura de edital de remoção que tem por critério a antiguidade da carreira na promotoria. Os substitutos pela promotoria neste período serão Neidemar Fachinetto de Lajeado e André Prediger de Encantado.

Natural de Porto Alegre, Araújo segue para a Vara de Justiça Civil e combate à improbidade administrativa e proteção ao consumidor em Carazinho. Deve encerrar sua carreira numa vara especial na Capital. “Uma carreira é feita de ciclos. Permaneci por tanto tempo no Vale do Taquari pelas amizades e qualidade de vida. O natural seria ter saído antes. Já não tenho mais tempo hábil para encerrar a carreira na procuradoria geral do MP Estadual [...] mas entrego a promotoria rigorosamente em dia sem nenhuma pendência, com todos os envolvidos na facção Manos identificados e presos em âmbito municipal”, conclui.

Por daiane