Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 11 de Dezembro de 2018

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Economia

Cresce a procura por camisas da Seleção Brasileira

, 8 de julho de 2018 às 10h00

Competições mundiais a exemplo da Copa do Mundo e Olimpíadas são sinônimos de bons negócios para empresários voltados ao setor de esportes. Em clima de Copa do Mundo, o comércio aproveita a competição para impulsionar as vendas com a comercialização de camisas das seleções, principalmente a brasileira. Nesse sentido, nas vitrines, a ornamentação junina deu lugar às cores vivas da seleção canarinho.

Fábio Bruxel, proprietário de uma loja de artigos esportivos, conta que desde a abertura da competição vendeu cerca de 50 camisas da Seleção Brasileira, entre adultas e infantis. Com preço mais acessível, a infantil sai por R$ 79,90 enquanto que a adulta custa R$ 250. Porém, se o torcedor quiser personalizar com o numeral e nome do jogador preferido terá que desembolsar mais R$ 30.

Com menos saída, as camisas das seleções da Argentina e da Alemanha custam o mesmo valor. Na loja de Fábio foram vendidas três e seis, respectivamente. Porém, com a desclassificação desses dois países na competição, a venda do uniforme deve cair ainda mais. “Com as duas seleções fora da Copa acho que vão encalhar”, brinca Fábio.

Entretanto, o bom desempenho da Seleção Brasileira na competição anima Fábio que aposta na venda das 20 camisas da Seleção Brasileira que ainda restam no estoque. Revela que 80% dois compradores são homens, que diferentemente das mulheres, utilizam a vestimenta não só em horários de jogos, mas no dia a dia. “Tenho que aproveitar a boa fase da Seleção. Em outras épocas a venda de camisas da Seleção é zero”, aponta.

Por daiane