Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 04 de Agosto de 2020

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Política

Oposição busca detalhamento para a construção de viaduto na ERS-130

, 16 de junho de 2018 às 9h30

Os vereadores de Arroio do Meio José Elton Lorscheiter (PP), Roque Hass (PP) e Darci Hergerssel (PDT), acompanhados da coordenadora da Secretaria Estadual de Transportes, Mareli Vogel, estiveram em audiência com a equipe técnica da EGR, na tarde do dia 12 de junho. Participaram da reunião o diretor técnico engenheiro Milton Cypel e a engenheira Desiree Schafer.

Na ocasião os vereadores buscaram informações sobre o andamento do estudo sobre o fluxo e possíveis obras na ERS-130, apresentaram sugestões e questionamentos sobre alguns pontos críticos da rodovia, destacando a rótula de acesso ao município de Arroio do Meio, como um dos pontos de maior congestionamento. Os representantes do Legislativo solicitaram ainda que seja feito um estudo para a construção de um viaduto sobre a ERS, ligando o Centro/bairro. Também entregaram um croqui com esboço de ideias alternativas (ampliar vias laterais e fazer trincheira nas pontes para retorno), para que a equipe da EGR inclua nos seus projetos, afim de se ter uma alternativa mais viável economicamente e possível de ser executada, para solucionar essa problemática. Solicitaram ainda informações sobre o projeto de ampliação desta ERS.

O diretor técnico Cypel manifestou que está em fase final a contratação de uma empresa para fazer o estudo da capacidade técnica da rodovia, da topografia, geometrias, com um diagnóstico dos pontos nevrálgicos, para elaboração de um Plano Funcional de possível execução. E afirmou que as melhorias abrangem 28 quilômetros da ERS-130, entre os municípios de Lajeado e Arroio do Meio. Disse ainda que está no aguardo da contratação do projeto executivo, que está em fase final de prazo de recursos. A ideia é operar nos pontos mais críticos entre os quilômetros 69 e 97, com o alargamento da via e implantação de terceira pista, com possibilidade de usar o acostamento.

Na conversa Cypel teria estimado que o custo de implantação de vias laterais e aproveitamento dos espaços abaixo das pontes ou rochas sobre a ERS para cruzamentos, seria semelhante ao de uma elevada ou viaduto na rótula. O diretor também teria sinalizado que uma parceira, com 50% dos custos pagos pela EGR e dos demais divididos pelo Daer e prefeitura, viabilizariam a obra em até dez meses. O valor ficaria em torno de R$ 6,5 milhões com possibilidade de parcelamento, considerados viáveis por Hergessel, Lorscheiter e Haas.

Impasse

O prefeito Klaus Werner Schanck lamenta a forma leviana que a EGR tem tratado os interesses da região, a falta de critérios e postura em torno das soluções e posicionamentos, inapropriados para o período eleitoral, que podem inclusive estar manchando a credibilidade da estatal. Na quarta-feira, dia 13, Klaus esteve com o vice-governador Cairoli para resolver o impasse gerado pelas notificações judicias da EGR às empresas instaladas às margens da ERS-130 entre a Barra do Forqueta, bairros São José e Medianeira, para execução da melhoria dos acessos (Veja na página 09). Para o prefeito, a EGR precisa se envolver com mais seriedade e comprometimento às demandas da região.

Por daiane