Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 17 de Outubro de 2018

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Geral

Frutas e verduras são os itens mais escassos nos mercados

, 1 de junho de 2018 às 11h07

O impacto gerado pela paralisação dos caminhoneiros pôde ser sentida nos supermercados de Arroio do Meio. Além de carnes e outros mantimentos, a principal falta registrada nos estabelecimentos até quarta-feira, é no setor de hortifruti, com frutas e verduras.

O Supermercado Dália não está recebendo mercadoria, com falta de frutas e verduras, tendo limitado uma caixa com 12 unidades de leite por cliente. Há carne, mas em pouca quantidade. Na padaria a situação está tranquila, mas com a produção reduzida de comida e de tortas para poupar gás.

Para esta semana o Supermercado Arroiomeense estava com o estoque de mantimentos abastecido. Produtos como cebola, tomate e batata, além do setor de padaria são os mais desfalcados, tendo até mesmo que terceirizar a produção do pão francês. A direção do estabelecimento tem percebido um aumento nas vendas dos produtos, já que boa parte da população está se prevenindo.

O Supermercado Languiru está com falta de produtos em diversos setores, pois não tem nenhuma carga chegando. Estão, principalmente, com falta de produtos da própria empresa. Há também vários produtos de hortifruti em falta, e o que tem está com o preço alto. No açougue, há a garantia de atendimento com carne bovina para essa semana, mas a próxima segue incerta.

O Supermercado Marel também não tem recebido mercadoria nos últimos dias. O maior desfalque está nas frutas e verduras, já que não se consegue ir até as centrais de abastecimento de alimentos. No açougue a situação segue tranquila, com estoque para os próximos dias.

Em Rui Barbosa, o Supermercado Fröhlich recebeu mercadoria nessa semana, mas em pouca quantidade. Mesmo assim, a proprietária garante que não há falta de produtos, pois havia muita coisa em estoque, como frutas e frios. Um dos produtos em falta no supermercado é a nata.

No Mercado da Adi, em São Caetano, a situação não é muito diferente. O estabelecimento não recebeu nada de mercadoria nos últimos dias, exceto produtos das padarias arroio-meenses. No local há pouco estoque de frutas, pois não foi possível comprar em grande quantidade nas centrais de abastecimento da Serra. O estoque de carne no açougue também está terminando. Assim como em outros locais, a população está se precavendo com a compra de produtos.

Por daiane