Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 17 de Outubro de 2018

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Economia

Comércio projeta elevação de 5% nas vendas

, 4 de maio de 2018 às 6h00

O Dia das Mães é considerada a segunda melhor data do ano para o faturamento no comércio. Os filhos costumam retribuir ao menos de forma singela, um pouco da importância de uma pessoa especial que deles cuidou com amor, direcionou ensinamentos e educação.

Se nos meses de verão o orçamento familiar concorre com outras prioridades, como lazer de férias, IPVA, IPTU e despesas volta às aulas, em meados de outono começa a sobrar um pouco mais para agradar a si e aos próximos.

Em Arroio do Meio não é diferente. Para a presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Arroio do Meio, Leonísia Kunzler, os lojistas estão otimistas e a previsão de aumento nas vendas é entre 3% a 5% em relação ao mesmo período de 2017.

Segundo ela, várias são as opções em vestuário, calçados, bolsas e acessórios, joias e bijuterias, perfumaria e produtos de beleza, óculos e celulares para presentear sua mãe. Os empresários dos setores de vestuário e calçado, também acreditam que os lançamentos de novas coleções vão alavancar as vendas.

Os comerciantes estão criando uma série de estímulos para aumentar as vendas, entre eles um bom atendimento, promoções, descontos, e diversificação de produtos, apostando na segunda data comemorativa mais importante do ano e dessa forma buscando fidelizar ainda mais o seu cliente.

Também será a primeira data festiva em que os consumidores poderão aproveitar o estacionamento rotativo que agora facilita o acesso aos estabelecimentos comerciais. Se antes, muitos acabam desistindo de realizar compras devido ao estresse em busca de vagas, agora a situação tende a ser mais cômoda.

O gerente da lojas Quero-Quero, Adriano Azevedo, revela que o interesse dos consumidores em adquirir presentes para a data começou se intensificou a partir de 28 de abril e deve melhorar ainda mais depois do quinto dia útil. A estimativa é que as vendas cresçam entre 18 e 20% em comparação com o mesmo período do ano passado. Para Azevedo, em 2017 o Dia das mães já trouxe bons resultados, porém, neste ano, acredita que a competitividade com a concorrência está maior e os clientes fazem mais pesquisas, retardando o ato da compra, o que traz um grau de dificuldade a mais na concretização de vendas.

As proprietárias das lojas Baiuka, Chalé Modas e Magazine Marisa, Vanessa e Marisa Gerhardt, também constataram um aumento da circulação de clientes desde a sexta-feira, dia 27. Entretanto, esperam a chegada do frio para impulsionar ainda mais as vendas no mês de maio. Citam que a opção de vale-presente é uma alternativa interessante e revelam que cada vez mais os consumidores estão atentos à moda e lançamentos publicados na mídia, seja em redes sociais, jornais, revistas e TV. “Na Páscoa já detectamos um incremento de 30% e o Dias das Mães também costuma ser uma data especial que os filhos lembram com carinho. Muitas gostam de escolher looks para a ocasião, durante viagens, jantares e almoços de família”, complementam.

Por daiane