Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 16 de Setembro de 2019

O Alto Taquari - Cotidiano

Jornal da Semana
Social

Dia do Mágico: a arte de encantar e surpreender

, 29 de janeiro de 2018 às 8h25

O mágico é conhecido como o artista que encanta e mexe com a curiosidade das pessoas. O Dia do Mágico é comemorado no dia 31 de janeiro em todo o mundo. Para marcar a data, conversamos com o arroio-meense e mágico profissional Lanuin Fritzen, conhecido como Mister L.

Lanuin não lembra com que idade começou a amar a mágica. Suas mais ternas lembranças remetem aos primeiros números de mágica que fazia no bar que os pais Arlindo e Cecília, ambos falecidos, tinham em Arroio Grande Central. Foi lá que conseguiu sua primeira plateia e foi no bar dos pais que trocou os primeiros números de mágica para ampliar seu repertório. Quando iniciou sua vida letiva levou seus shows de mágica para outros ambientes e se apresentou para os amigos e colegas de escola.

Foi na juventude que teve o primeiro contato com um mágico profissional e, ao longo dos anos, aprimorou técnicas e fez cursos perseguindo o sonho de um dia poder se dedicar à arte que conheceu no circo ainda criança. Conseguiu realizar seu sonho de infância em 2009, quando conquistou seu registro para atuar como profissional da mágica.

Com entusiasmo, o Mister L conta que a sua maior satisfação é ver a alegria e surpresa estampadas no rosto de crianças, adultos e especialmente os idosos. “Ver o brilho no olhar das crianças é fascinante, mas a entrega das pessoas da terceira idade é inexplicável e emocionante”.

Mister L tem shows para todas as idades. São voltados para a interação, fato que proporciona o envolvimento do público, que sempre é chamado para participar. Destaca novamente o público da terceira idade. “Algumas pessoas da terceira idade lembram com carinho de algum circo que passou na sua cidade, outras dizem que nunca viram um mágico ao vivo somente na televisão e isso emociona”. Conta que uma dessas experiências inesquecíveis ocorreu durante uma apresentação na AMAI – Associação Arroio-meense de Amparo ao Idoso, quando a filha de uma paciente o procurou e lhe contou que sua mãe lhe disse: “agora sei que os mágicos existem, eu pensei que era coisa de televisão e agora vi que é de verdade”.

Segundo Lanuin, o show de palco é mais fácil de realizar em comparação a números realizados junto à plateia. “Apesar de ser um desafio maior, prefiro fazer a mágica próxima ao público, pois não tem preço ver o olhar de surpresa quando a mágica acontece na mão de uma criança ou idoso”, conta com brilho no olhar.

Mister L possui um repertório de 200 mágicas e tem como meta criar uma mágica nova a cada semana. A maioria delas é de autoria própria, isso significa que não estão disponíveis na internet. “Tenho amigos mágicos, mas tenho perfil próprio também nas minhas apresentações. Faço uso do improviso, atenção e carinho com o público, que me retribui tanto nos shows como na rua, pois sempre encontro pessoas que querem falar de mágica comigo. Sou apaixonado pelo que faço. Cada show é especial e único. Ainda dá um frio na barriga, mas já domino o palco”.

Mister L está evoluindo e expandindo. Já se apresentou em vários municípios do Rio Grande do Sul e no ano passado teve uma experiência em Santa Catarina. “Sempre levo com muita alegria e orgulho o nome de Arroio do Meio por onde passo”.

O Mister L está com um cenário novo a partir de 2018 e realiza shows para todas as idades. Atende escolas, creches, grupos de terceira idade, aniversários, comunhões e outros eventos. O contato pode ser feito pelo whatsapp 99362-9795

O Dia do Mágico é comemorado neste dia por ser o dia do falecimento de São João Bosco, padroeiro dos mágicos. Reza a lenda que ele atuava como mágico para que, com todos reunidos, pudesse catequizá-los, levando a palavra de Deus. Também era acrobata e malabarista. Toda apresentação dele terminava com uma pregação do Evangelho, pois achava que os bons acontecimentos em sua vida vinham das bênçãos de Deus pela sua pregação, e também era uma ótima oportunidade de evangelizar os seus espectadores.

Por daiane