Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 29 de Fevereiro de 2020

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Geral

Reunião-almoço aborda formas de cooperação e de investimentos entre Brasil e Alemanha

, 8 de dezembro de 2017 às 8h44

Com o objetivo de mostrar as potencialidades do Vale do Taquari e tratar formas de investimento e cooperação entre Brasil e Alemanha, a Administração Municipal, em parceria com a Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Arroio do Meio (Acisam) e Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), promoveu uma reunião-almoço na terça-feira, com a presença do Presidente da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha no Rio Grande do Sul, Everson Oppermann e o diretor executivo Valmor Kerber. A primeira reunião-almoço realizada no novo prédio da Acisam contou com a participação de cerca de 150 representantes de entidades, comércios, indústrias e autoridades do Vale do Taquari.

O presidente da Câmara Brasil-Alemanha no RS, Everson Oppermann, salientou que o Rio Grande do Sul pode ser muito beneficiado com um acordo que deve ser assinado em breve entre a União Europeia e o Mercosul. Com esse acordo os países do Mercosul voltam a ter relevância no mercado global e o Rio Grande do Sul, em função da posição geográfica, pode ter muitos ganhos. Destacou os investimentos da alemã Fraport, que vai administrar o aeroporto Salgado Filho por 25 anos e deve investir cerca de R$ 2 bilhões em Porto Alegre.

Para Oppermann, o responsável por trazer investimentos alemães para o estado é o mercado. Disse que o jeito alemão de fazer negócios é peculiar e instigou os empresários para irem à Alemanha, participarem de feiras e de rodadas de negócios. Da mesma forma salientou a importância de missões comerciais organizadas por meio de entidades representativas o que dá um caráter mais sério na negociação já que todo empresário alemão é obrigado a estar numa câmara de comércio. O presidente colocou a Câmara Brasil-Alemanha à disposição para auxiliar nestas missões e salientou que numa viagem organizada os empresários serão recebidos pela pessoa certa.

O diretor executivo Valmor Kerber falou das atividades da Câmara Brasil-Alemanha e destacou o Sênior Expert Service, o SES, que oportuniza o intercâmbio de conhecimento e informação por meio de profissionais alemães aposentados e ativos e que podem vir ao Brasil por até três meses para auxiliar empresários brasileiros. São 12 mil especialistas registrados que já fizeram 25 mil missões pelo mundo.

Segundo Kerber, 90% da economia alemã é baseada em pequenas empresas, que faturam até 100 milhões de euros. Por isso, considera que não há tamanho para as parcerias com a Alemanha. O que existe são oportunidades.

No Brasil estão instaladas cerca de 1600 empresas alemãs que empregam 250 mil pessoas. 90% dessas empresas estão em São Paulo e menos de 20 no RS. Em torno de 10% do PIB da indústria brasileira é gerado por empresas alemãs instaladas aqui. A ideia da Câmara Brasil Alemanha é atrair mais investimentos para o estado, tendo em vista que o Rio Grande do Sul tem potencial, seja geográfico ou de mão de obra, e ainda conta com três milhões de descendentes alemães.

Na sequência os presidentes da CIC Regional, Ito Lanius e do Codevat, Cintia Agostini, se pronunciaram, reforçando a importância do evento, no intuito de oferecer uma nova oportunidade para a Região. Da mesma forma, o empresário Nelson Eggers se manifestou, contando sua experiência pessoal sobre a primeira feira que participou na Alemanha há 24 anos. “Desenvolvemos porque trouxemos o conhecimento de lá para cá”, afirma. “É importante procurar as entidades que o Estado oferece para orientar caminhos”, sugere. “A gente precisa querer ser grande um dia desses. Começa pequeno e um dia chega lá”, motivou.

Após a reunião-almoço, uma comitiva formada pelo prefeito Klaus Schnack, vice Eluise Hammes, coordenador da secretaria de Indústria, Comércio e Turismo, Carlos Henrique Meneghini, presidente da Acisam, Adailton Cé, presidente da CDL, Lair Fritzen e representante do Círculo de Amigos de Boppard, Euclides Scheid, seguiram com os representantes da Câmara Brasil-Alemanha para uma visita às empresas Bremil, Neugebauer e Serraf, onde foram recebidos por diretores e equipes de profissionais, que apresentaram suas estruturas e produtos fabricados em Arroio do Meio e exportados para outros estados e países.

Por daiane