Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 16 de Dezembro de 2017

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Apartes

Mulher presidente

1 de dezembro de 2017 às 8h18

Leonísia Kunzler assume em janeiro do ano que vem como a terceira mulher presidente da história de 46 anos da CDL. O nome dela foi aclamado, junto com os demais integrantes da diretoria na reunião de quarta-feira de manhã no espaço do Bistrô da Dália. No comércio lojista há 25 anos, a nova presidente promete empenho, criatividade, superação, disposição para qualificar, agregar e acertar com apoio dos demais. Criativa, já contribuiu com várias ações e ideias na diretoria que está deixando a gestão, bem como em gestões anteriores.

O presidente Lair Fritzen que deixa o cargo no final do ano fez questão de destacar o aprendizado que teve na liderança da entidade e concluiu que apesar das dificuldades “Arroio do Meio está muito bem. Conhecemos a realidade de muitas CDLs que estão endividadas, muito em função da falta de emprego, decorrência de indústrias e comércios mais fracos e menos operantes.” Conclamou a todos para que se mantenham motivados.

HISTÓRIA - Já que ainda estamos em tempo de Semana do Município, cabe uma homenagem em termos de lembrança de duas mulheres que foram também muito importantes na história da CDL. Melita Trentini e Ilka Junges. Ambas já são falecidas, mas durante muito tempo eram assíduas do movimento lojista, numa época em que o comércio era bem mais restrito e não estava tão organizado e profissionalizado, o que ocorreu a partir da gestão de João Fuhr, principalmente com o apoio da secretária executiva, Raquel Scheid. Melita atuava no ramo de confecções e loja de roupas e Ilka Junges foi referência no ramo de relógios, principalmente da marca Technos. As duas por sinal eram vizinhas na esquina da quadra da Rodoviária.

Venda de ações do Banrisul

Está criando muita polêmica a venda de ações do Banrisul por parte do Governo Sartori para promover um alívio de caixa. Analistas dizem que o alívio financeiro será pequeno se o negócio se concretizar no modo como está previsto: venda de 49% das ações ordinárias, com direito a voto, sendo que o Estado ainda ficaria com 51%, garantindo o controle do banco. A previsão do valor a ser arrecadado é de R$ 1,8 bilhão, o que hoje seria suficiente apenas para cobrir um mês da folha de pagamento do Executivo, de cerca de R$ 1,4 bilhão. A situação retrata um histórico de administração (governo e parlamento) que se pautou na falta de responsabilidade fiscal durante vários anos. Faltou transparência na gestão orçamentária e foi gasto muito mais do que a previsão de receita. Um dos grandes problemas também é o corporativismo.

Empresas premiadas

Várias empresas e profissionais de Arroio do Meio foram premiados, destacados, laureados, (incluem-se nesta lista nossa rainha e princesas e a Júlia Zimmer em busca de mais um título) na última semana. Destaque especial para nossas empresas Girando Sol, Languiru e Neugebauer no Carrinho Agas. Prêmio Melhores do Sul para Central Chapeação e Pintura, Maderon, Energia Própria, Schöntur, Star Ar Condicionado, CFC Arroiomeense; Prêmio Icom de Jornalismo, Jornal O Alto Taquari. Ver páginas 8, 9, 12 e 13.

Sinal de que estamos no caminho certo. Que estamos fazendo a nossa parte. Parabéns a todos.

Não sobra para poupar

As dificuldades econômicas seguem para a grande maioria dos brasileiros: empregados e empresas públicas e privadas. Dados do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC – Brasil) e Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas indicou que metade dos brasileiros que possuem reserva financeira tiveram que sacar parte destes recursos em setembro para pagar dívidas, despesas extras, contas básicas e imprevistos. A pesquisa também revelou que 73% dos brasileiros não conseguiu guardar nenhum valor no final do mês.

Reclamações

A Black Friday apurou na edição deste ano 17% de reclamações a mais do que no ano passado. Propaganda enganosa motivou 13,5% das reclamações.

Por daiane