Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 15 de Setembro de 2019

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Agricultura

Embalagens de agrotóxicos serão recolhidas na próxima semana

, 22 de abril de 2017 às 10h00

Sob coordenação da Fundação Pró-Rio Taquari e com a execução por conta de empresas que comercializam produtos do segmento, será realizado na próxima semana mais um roteiro de coleta de embalagens vazias de agrotóxicos na Comarca de Arroio do Meio.

Todas as embalagens recolhidas devem ter passado pela tríplice lavagem, que deve ser feita imediatamente após o uso do restante do produto. Assim, o produtor rural terá o máximo de aproveitamento do agrotóxico para aplicar nas plantas e, ao mesmo tempo, descontamina as embalagens, viabilizando sua reciclagem. Feito o procedimento, as embalagens deverão ser mantidas em lugar abrigado e seguro até serem entregues na coleta volante que acontece uma vez a cada ano.

O recolhimento atende o disposto em lei, que responsabiliza a indústria, a revenda e o produtor quanto à tríplice lavagem, devolução e destinação final das embalagens. Após o recolhimento, as embalagens serão remetidas a Ardec de Cachoeira do Sul, onde será feita a triagem, o enfardamento e, posteriormente, o encaminhamento para indústrias de reciclagem ou para a incineração em São Paulo.

A Fundação Pró-Rio Taquari coordena os programas de coleta de embalagens para as empresas que comercializam estes produtos desde 2000, iniciando pela Comarca de Lajeado. A Comarca de Arroio do Meio ingressou em 2004 e posteriormente ingressaram as comarcas de Estrela e Teutônia. Ao todo, são contemplados 25 municípios. Segundo o gerente executivo da Fundação, Ildo Guinter Mayer, em 2016 foram recolhidas 49.700 unidades e a expectativa é que neste ano o volume se mantenha.

Programas de recolhimento de embalagens de agrotóxicos

Em 2000, o projeto foi desenvolvido e implantado pela Fundação Pró-Rio Taquari, que continua na sua coordenação, para as empresas locais, do ramo de agrotóxicos, para cumprir os Termos de Ajustamento que as empresas têm com o Ministério Público de Lajeado e Arroio do Meio.

Nos 25 municípios abrangidos são beneficiados diretamente 18.806 domicílios rurais e a população de 59.029 habitantes, sem considerar o importante ganho ambiental da bacia hidrográfica.

O projeto consiste na educação ambiental dos usuários e a adoção correta da “tríplice lavagem” das embalagens, que posteriormente são recolhidas em coletas volantes que ocorrem em roteiros pelo interior dos municípios. Visa ainda orientar e educar, para o uso e manejo correto dos agrotóxicos, a fim de evitar a contaminação dos usuários e do meio ambiente. As coletas ocorreram nos meses de março a junho.

Mayer destaca o apoio recebido por parte das Secretarias Municipais da Agricultura e Meio Ambiente, dos Sindicatos dos Trabalhadores Rurais, da Emater e de empresas de comunicação da região para o êxito alcançado.

Vantagens da devolução das embalagens:

na propriedade, a embalagem não tem nenhum valor; só atrapalha, contamina e deixa feia a propriedade, e podem ser carregadas pelas enxurradas aos mananciais.

não deve ser utilizada para nenhum fim, pois poderá contaminar animais e pessoas;

com a devolução se limpa, organiza a propriedade (fica um aspecto de capricho);

com a devolução o produtor está cumprindo a lei e assim demonstra ética e responsabilidade com o meio ambiente;

importante que o próprio produtor faça a devolução; é o momento em que transfere a responsabilidade para a revenda para o correto encaminhamento do material.

no momento da coleta é feita uma planilha que identifica o produtor, tipos e quantidades entregues e a qualquer momento poderá obter recibo de sua revenda, pela entrega;

a “tríplice lavagem” é o ponto de partida para a devolução correta e inteligente; por todos os ganhos ambientais e outros, é inteligente porque viabiliza a reciclagem e trará retorno financeiro para as Centrais e terá reflexo positivo no preço final pago pelo produtor.

Ildo lembra que a recomendação sobre o manuseio das embalagens vazias é a mesma da aplicação do produto: imprescindível o uso de Equipamento de Proteção Individual (EPI) e de seguir a orientação técnica.

Por daiane