Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 19 de Agosto de 2019

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Geral

Audiência Pública discute a PEC da Reforma da Previdência

, 26 de março de 2017 às 10h00

As discussões acerca da Reforma da Previdência terão mais um capítulo na segunda-feira, 27, quando se realiza uma audiência pública, convocada pela Câmara de Vereadores de Arroio do Meio. O encontro acontece na Acisam, a partir das 20h e toda a comunidade arroio-meense é convidada a participar, podendo, inclusive, se manifestar.

Segundo o presidente da Câmara, Paulo Volk (PMDB), o Legislativo propôs a audiência após ser procurado pela diretoria do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Arroio do Meio (STR), que vem se mobilizando contra a proposta de reforma. Os vereadores entendem que é necessário discutir a questão com a comunidade e, por isso, convidam a todos para participarem já que este é um momento para obter informações acerca da PEC 287 que tramita na Câmara dos Deputados e, se aprovada, trará impactos para trabalhadores e municípios.

O presidente do STR, Astor Klaus, diz que o sindicato está fazendo sua parte e, na audiência pública, vai explicar o teor da PEC 287, bem como seus reflexos para os trabalhadores e a economia, especialmente nos municípios. “É importante que o maior número de pessoas participe e se informe da gravidade dessa Reforma que atinge os trabalhadores diretamente. Muitas pessoas ainda não se deram conta dos impactos, mas é importante estar atento e pressionar deputados para que não aprovem a PEC”, frisa.

Neste sentido, o STR tem feito um trabalho forte de base, mobilizando várias segmentos da sociedade. Nesta semana, com o apoio da CDL local, a diretoria percorreu o comércio arroio-meense coletando assinaturas no abaixo-assinado contra a Reforma. O documento será enviado aos deputados federais, que vão votar a PEC. A ideia é que os deputados se deem conta de que parte da população é contra a proposta de reforma e, assim, pressioná-los para que estes, enquanto representantes do povo, votem contra a mudança.

Quem não tem acesso ao abaixo-assinado físico, pode assiná-lo de forma digital através do site: www.peticaopublica.com.br/psign.aspx?pi=BR97698. O link também está disponível no perfil do STR no Facebook: www.facebook.com/StrArroioDoMeio. A assinatura eletrônica precisa ser confirmada no e-mail da pessoa que a assina.

Superávit

De acordo com dados da Associação Nacional dos Auditores da Receita Federal do Brasil (Anfip) a Previdência não é deficitária. Em 2015, houve um superávit de R$ 11 bilhões. Foram arrecadados R$ 694 bilhões – R$ 352,6 bilhões com a contribuição previdenciária, R$ 200,9 bilhões com o Cofins, R$ 59,7 bilhões com a CSLL, R$ 53 bilhões com o Pis/Pasep, R$ 20 bilhões com entidades de seguridade e R$ 7,8 bilhões de outras contribuições.

Foram pagos R$ 683 bilhões – R$ 436 bilhões em benefícios previdenciários, R$ 41,8 bilhões em benefícios assistenciais, R$ 26,9 bilhões em Bolsa Família e outros, R$ 102,2 bilhões para a saúde, R$ 48,2 bilhões em benefícios do FAT e R$ 27,9 bilhões em outras despesas.

Por daiane