Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 08 de Dezembro de 2019

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Agricultura

Preço pago pelo quilo de suíno vivo é de R$ 4,08

, 3 de fevereiro de 2017 às 8h34

Rio Grande do Sul – A pesquisa semanal da cotação do suíno, milho e farelo de soja no Rio Grande do Sul, feita na segunda-feira apontou aumento de R$ 0,11 no preço pago pelo quilo do suíno vivo ao produtor independente no Rio Grande do Sul, ficando em R$ 4,08.

O valor da saca de 60 quilos do milho baixou para R$ 27,50 (anterior R$ 29,00) e o farelo de soja baixou para R$ 1.100,00 no pagamento à vista (anterior R$ 1.130,00) e para R$ 1.120,00 no pagamento com 30 dias de prazo (anterior R$ 1.150,00).

Agroindústrias e cooperativas – O preço médio do suíno agroindustrial (integrado) é de R$ 3,13 (anterior R$ 3,12). As agroindústrias e cooperativas apresentaram as seguintes cotações: Cotrel R$ 3,20; Cosuel/Dália Alimentos R$ 3,08; Cotrijuí R$ 3,03; Cooperativa Languiru R$ 3,12; Cooperativa Majestade R$ 3,10; Ouro do Sul R$ 3,40; Alibem R$ 3,10; BRF R$ 3,10; JBS R$ 3,10; e Pamplona R$ 3,10.

A Pesquisa Semanal é realizada pela Associação de Criadores de Suínos do Rio Grande do Sul (Acsurs), com apoio exclusivo da MSD Saúde Animal.

Por daiane