Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 16 de Julho de 2020

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Geral

Famílias atendem ao chamado e participam de evento especial

, 30 de outubro de 2016 às 10h00

Arroio do Meio – Centenas de pessoas acompanharam a programação especial para as famílias, realizada na Igreja Matriz, numa promoção da Juventude Católica, na noite de sábado. Após a missa, celebrada pelo padre Felipe Bernardon, palestrou o empresário Marcos Paulo Kuhn, que abordou o tema “Família, extensão do próprio ser”.

Na palestra, Marcos Paulo propôs uma reflexão acerca do que é a família e da sua importância. Lembrando que Jesus teve um pai adotivo, chamou atenção para o fato de haver várias formações de família e, independente de como ela é, cada pessoa deve amar a sua. Para ele, cada família é do jeito que deve ser. Nenhuma é perfeita, mas todas são amor e uma forma de aprendizado. Salientou que todos podem ter um família feliz, mas é preciso esforço, não há vitória sem esforço de todos.

Marcos Paulo questionou sobre o valor do tempo que se passa com a família ou com pessoas queridas e também acerca da educação e dos exemplos que os pais deixam para os filhos. “Transferimos a educação para os professores e essa não é tarefa deles. A educação é tarefa dos pais, da família. Como os pais têm contribuído para isso? Têm dado bons exemplos?”, refletiu.

Outro aspecto abordado pelo palestrante foi a necessidade de viver a felicidade e não apenas mostrar que está feliz nas redes sociais. “Onde eu preciso ser feliz, na rede social ou em casa, com a família?”, questionou.

Ao relembrar do seu acidente, que o deixou numa cadeira de rodas, afirmou que na época tinha várias “famílias”: a da balada, da empresa, dos encontros de moto. “Para onde foram esses amigos? Quem permaneceu? O pai, a mãe e a irmã”. Relatou que nos primeiros meses recebia muitas visitas e teve somente um amigo que continuou visitando-o todas as semanas. “A importância da família se percebe nos momentos de dor, sofrimento. Só o amor supera as dificuldades. E amor significa aceitar não só as qualidades, mas também os defeitos do outro”, observou, salientando que família é amor e se pode viver esse amor. “O amor é maior do que todos os problemas. Vamos viver as coisas boas”, propôs, salientando que quando uma pessoa tenta afastar outra de sua família, quem deve ser desligada da vida é esta pessoa e não a família.

Depois da palestra ainda houve a Cristoteca, com apresentação de um teatro com o grupo Minijovens, de Dona Rita e apresentações musicais com Vitória Führ e a dupla Roberta e Luana. A noite encerrou com a banda Deus é 10, de Venâncio Aires, que embalou o público.

Por daiane